Posted junho 13, 2017 by equipetribuna in Paulínia
 
 

Enquete revela: 80% querem Corpus de volta em Paulínia

A maioria dos comentários são favoráveis à volta da Corpus

Pergunta feita no Facebook oficial do Jornal Tribuna teve 758 curtidas e 72 compartilhamentos. A grande maioria dos 317 comentários pede a volta da empresa que atuava na limpeza urbana de Paulínia

 

Desde segunda-feira, 5 de junho, o Jornal Tribuna traz em sua página oficial no Facebook um questionamento sobre a atual situação da limpeza urbana de Paulínia. A pergunta, localizada logo no topo da página, quer saber: “Nos dê sua opinião: você gostaria que a Corpus voltasse a atender o município?
Até o fechamento desta edição (sexta-feira, 9, às 17h), a enquete havia registrado 758 curtidas, 72 compartilhamento e 317 comentários. A grande maioria deles, cerca de 80%, responderam que sim, a Corpus deveria voltar a atuar em Paulínia.
Foi o que disse a internauta Andreia Malta. “Com certeza, a Corpus tinha estrutura e um ótimo serviço!!! Na minha rua tinha uma base, funcionários excelentes!!! É tudo que a cidade precisa, a volta da Corpus”.
A mesma opinião tem Kátia Milane. “Com certeza, queria muito. Moro ao lado de um lote vago, quando era a Corpus eles limpavam, passava a máquina e a cidade era bem mais limpa”.
Na opinião de Viviane Lima, a qualidade dos serviços da empresa que atualmente é responsável pela limpeza da cidade está deixando a desejar. “A coleta de lixo está razoável. A limpeza urbana está um caos. Por onde se anda em Paulínia tem lixo e entulho. Péssimo mesmo. Encontra de tudo: sofá, colchão, resto de obra, móveis. A cidade está repleta de entulho, nunca esteve assim quando tínhamos as caçambas”, revela.
A preocupação da internauta Darci Pereira Brito vai além. Ela lembrou dos perigos que escondem o acúmulo de entulho e sujeira. “Eu fico observando e pensando que quando chegar a fase da dengue vai ter muita gente doente, porque tem muito lixo que acumula água que estão nas pelas ruas e terrenos. Nem todos têm condições de alugar caçamba. Eu faço a minha parte”, diz.
A questão do acúmulo de entulho pela cidade foi a campeã de reclamações, mas muitas opiniões também lembraram sobre a questão do mato alto, como expôs Rosangela Ferrari. “Alguma coisa tem que ser feita. Com a Corpus pelo menos os terrenos e canteiros estavam sempre limpos. Aquela praça do Parque dos Servidores, atrás do Yucatan, tá mato puro. Plantaram várias árvores margeando a passarela. Isso achei legal, mas o mato tá alto. E é pela cidade toda. Então alguém está organizando mal a limpeza”, opinou.
Participe!
Entre no facebook.com/jornaltribunadepaulinia e participe. A enquete está nos posts fixos da página. Estamos esperando a sua opinião!

. . .




equipetribuna