Posted setembro 11, 2017 by equipetribuna in Paulínia
 
 

Acip oferece assessoria para empresas interessadas em participar de licitação

Acip oferece assessoria para empresas interessadas em participar de licitação

Associados terão até 10% de desconto sobre o valor do serviço

A Acip (Associação Comercial e Industrial de Paulínia) fechou uma nova parceria, que irá proporcionar a empresas interessadas em participar de processo licitatório a oportunidade de contratar uma assessoria especializada a preços especiais. Os associados que tiverem interesse em contratar a assessoria, terão até 10% de descontos sobre o valor do serviço.
A partir da nova parceria, os associados poderão contar com todo o apoio necessário para buscar as oportunidades que melhor se adequem ao seu perfil junto ao Poder Público. Além disso, poderão se valer de toda a assessoria necessária para se adequarem às exigências previstas pela legislação para a participação em licitações, inclusive a inclusão nos cadastros de fornecedores mantidos pelos órgãos públicos.
Durante a licitação, as empresas que contratarem a assessoria também receberão serviços como análise de edital e anexos, exame dos documentos que integram o processo administrativo, solicitação de esclarecimentos ou apresentação de impugnação, preparação da documentação e montagem das propostas, interposição de recursos administrativos (ou, eventualmente, a defesa dos interesses do associado perante o Poder Judiciário), acompanhamento do associado nas sessões públicas, entre outros.
Caso o associado vença a licitação, irá contar com apoio na gestão de toda a fase de execução do contrato, como monitoramento de prazos, verificação de pagamentos e adequação das atividades executadas às exigências contratuais.
De acordo com o presidente da Acip, Nilson Valim, o objetivo da nova parceria é levar ao conhecimento dos associados a existência de um mercado pouco aproveitado pelas empresas da região, bem como dissipar essa visão equivocada que se tem das contratações públicas.
“Esse é um nicho de mercado importante para ser explorado, porém muitos empresários têm receio de participar. Por isso, tomamos a iniciativa de oferecer uma oportunidade para que eles tenham todo o processo monitorado e gerido por uma equipe especializada, o que trará mais segurança”, afirmou.

Dificuldades
De acordo com o advogado Luis Felipe Dalmedico Silveira, uma das maiores dificuldades dos empresários para participarem de um processo licitatório, é a falta de informação.
“Uma parte dos empresários simplesmente desconhece que o Poder Público é um grande consumidor de produtos e serviços – e ignora, portanto, as oportunidades que esse mercado proporciona, principalmente durante um período de recessão econômica, como o atual”, explicou.
Segundo ele, em Paulínia, por exemplo, a maioria das licitações promovidas pela Prefeitura, somente este ano, foi vencida por empresas de fora. “Outra parte do empresariado conhece o mercado, mas imagina que o processo de contratação é excessivamente burocrático, e uma última parcela do mercado, ainda, acaba associando as contratações públicas à corrupção ou, então, a problemas fiscais. Tomando o todo pela parte, uma parcela importante das empresas acaba se afastando das contratações públicas, imaginando que enfrentará dificuldades que, na maioria das vezes, inexiste”, conclui.

. . .




equipetribuna