Posted outubro 16, 2017 by equipetribuna in Paulínia
 
 

“Eu tento procurar alguma coisa feita pelo prefeito e não encontro nada”, diz Kiko na Câmara

O parlamentar cobrou mais atitude e investimentos do dinheiro público durante a sessão desta terça-feira, 10

Parlamentar afirmou que ainda não viu nada significativo ser feito pela atual administração e cobrou atitudes que realmente beneficiem a população

A cada sessão da Câmara Municipal o vereador Kiko Meschiatti (PRB) tem demonstrado sua insatisfação com a falta de ações, por parte da administração de Dixon Carvalho (PP), que realmente beneficiem a população de Paulínia. O parlamentar cobrou mais atitude e investimentos do dinheiro público durante a sessão desta terça-feira, 10.
Ao fazer uso da palavra livre, o parlamentar citou ainda no início de sua fala, a vinda de uma equipe de reportagem da EPTV, emissora afiliada da Rege Globo, até a cidade para a produção de uma reportagem sobre o abandono da Biblioteca Virtual e relembrou quando ele e outros vereadores visitaram o local para demonstrar a falta de manutenção no local.
Kiko lamentou o fato de que somente com a vinda de uma emissora de televisão para retratar o descaso com o prédio público, que a Prefeitura tomou alguma atitude. “Diante disso [a reportagem] a situação funciona, pois vão lá e limpam”, disse.
Continuando seu desabado pela situação que a cidade está passando, o vereador também falou que nada viu até agora ser feito para a melhoria da vida dos paulinenses e criticou a falta de pulso do pepista na direção do Executivo Municipal. “Eu tento procurar alguma coisa feita pelo prefeito e não encontro nada, quando acho que agora vai (ser feito algo), nada acontece. Onde você (Dixon) quer chegar? Você precisa melhorar um pouco mais. Se é no material humano, precisa resolver, você é o líder de nossa cidade, mas a forma como você administra a cidade está fragilizada, você está sem comando. São 10 meses que já foram e a cidade continua do mesmo jeito”, desabafou Kiko.
O representante do PRB na Câmara continuou seu apelo dizendo ao prefeito que quem fazia o pedido não era somente o parlamentar, mas o ser humano que nasceu na cidade. “Olha para nossa cidade. Vamos parar de dizer que a cidade não tem dinheiro”, completou.

Habitação “zerada”
Kiko mais uma vez também questionou a falta de investimentos na área da Habitação e que seria uma das promessas de Campanha de Dixon. “O senhor zerou as verbas da Habitação. Cadê a casa para a população? Isso era promessa de campanha e mais uma vez em nossa cidade o povo fica para trás”, lembrou ele.
O problema da falta de investimentos na Saúde do município foi outro ponto levantado pelo vereador. “A pessoa vai no hospital e sofre com a demora, falta remédio, a fila de cirurgias se alastrando. Até quando isso vai durar? Sempre fala que vai melhorar, daí zera a verba para a informatização dessa área”, falou.

União dos vereadores
Para concluir seu discurso, o parlamentar ainda pediu o apoio dos vereadores e mais atenção na aprovação quanto ao Projeto de Lei do Orçamento para 2018. “Quero pedir o apoio dos colegas não como vereador, mas como amigo, para fazer algo pela cidade e lutar contra essa boçalidade que se perdura há anos e acabar com a velha desculpa de uma Administração culpar a outra pelos problemas. Hoje nós somos os responsáveis aqui, se o prefeito deixar algo para trás, nós que vamos responder. Todos nós temos que lutar por uma Paulínia melhor, uma Paulínia alegre. Vamos estudar bem o orçamento e cobrar o prefeito para que a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) seja respeitada, pois o que aqui votamos não é respeitado”, finalizou.

. . .




equipetribuna