Posted dezembro 18, 2017 by equipetribuna in Paulínia
 
 

Empresário questiona pedágio da Zeferino Vaz

O denunciante diz que a instalação das cabines de cobrança automática no local colocam em risco a integridade física dos motoristas e passageiros

Um empresário de Paulínia (SP) recorreu, na última quinta-feira, ao Ministério Público Federal para mudar o pedágio que fica localizado na Rodovia Zeferino Vaz, Km 135 – próximo a Refinaria de Paulínia (Replan). No documento enviado à autoridade federal, o denunciante diz que a instalação das cabines de cobrança automática no local colocam em risco a integridade física dos motoristas e passageiros.

“Se um dia acontecer um acidente (na Refinaria) em longa escala, ninguém vai conseguir evacuar ou fugir a tempo por causa deste pedágio que vai parar tudo. Até hoje não entendi o porquê da construção deste pedágio ao lado dessas empresas petrolíferas”, comentou o empresário, Joaquim Martins.

O homem afirma ainda que, no dia 18 de outubro, o acidente que envolveu um vazamento de gás na Replan, provocou interdições nas duas pistas da rodovia. Segundo ele, o trânsito chegou a ficar parado por cerca de 50 minutos. “Neste período, houve congestionamento de dois quilômetros no sentido Mogi Guaçu e outros dois quilômetros na pista sentido Campinas. Sempre na refinaria está acontecendo alguns sustos e pequenos acidentes. Esse pedágio da Rodovia Professor Zeferino Vaz está botando em perigo os trabalhadores da refinaria”, explicou.

 

. . .




equipetribuna