Posted Janeiro 15, 2018 by equipetribuna in Paulínia
 
 

Dixon tem aumento de 50% do salário

Em apenas um ano de governo, Dixon já fez manobras para tentar acabar com o Lar dos Velhinhos, diminuir o transporte, a bolsa de estudos e o subsídio da passagem do transporte coletivo

Ao mesmo tempo em que corta benefícios da população, prefeito recebe reajuste salarial

Na contramão do discurso de cortar gastos públicos, o prefeito de Paulínia Dixon Carvalho (PP) teve seu salário reajustado em 46%, passando de R$ 15,5 mil para R$ 22,7 mil. O projeto foi aprovado pelos vereadores sob a justificativa de corrigir a defasagem salarial de médicos e dentistas da rede pública municipal.

Para propor o reajuste, a Mesa Diretora da Câmara pesquisou a faixa salarial de prefeito, vice e secretário em sete cidades: Americana, Campinas, Cosmópolis, Indaiatuba, Itatiba, Jundiaí e Santa Barbara D’Oeste.

Para a dona de casa Maria Aparecida Ribeiro, o aumento do salário do prefeito é uma afronta para a população de Paulínia, que tanto tem sofrido com a péssima qualidade dos serviços públicos. “É muita cara de pau desse cidadão aumentar o salário dele, enquanto corta tantos benefícios de gente que precisa”, afirmou.

Desde que assumiu a gestão da cidade, Dixon vem propondo medidas para reduzir os gastos da máquina pública, porém, quem tem mais perdido com isso são as famílias carentes.

Em apenas um ano de governo, o prefeito já fez manobras para tentar acabar com o Lar dos Velhinhos, diminuir o transporte escolar (universitário, fundamental e médio), a bolsa de estudos, o subsídio da passagem do transporte coletivo, e os programas de transferência de renda do PAS.

O comerciante Ataliba Ferreira dos Santos também não concorda com o aumento dos vencimentos do prefeito. “Está tudo muito ruim, nada anda nessa cidade, mas o aumento do prefeito está garantido. Isso é uma vergonha”, finalizou.

 

. . .




equipetribuna