Posted Janeiro 22, 2018 by equipetribuna in Paulínia
 
 

Vacinação da Febre Amarela será feita por agendamento

Vacinação da Febre Amarela será feita por agendamento

Grande procura levou ao desabastecimento da vacina

Nos últimos dias, a cidade de Paulínia registrou uma grande procura pela vacina contra a febre amarela aplicada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Com isso, a Prefeitura alterou o protocolo de acesso à vacinação contra a febre amarela. A partir de agora, a aplicação nas Unidades Básicas passará a ser realizada por meio de agendamentos compatíveis com a quantidade de doses disponibilizadas pelo Estado. Um novo lote com doses deve ser entregue ao município pelo governo estadual nos próximos dias.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (exceto a UBS do bairro João Aranha) realizará o agendamento, de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 16h. E o morador que ainda não recebeu a imunização poderá ir à UBS disponível de sua região, após agendamento para se vacinar, com apresentação da carteira de vacinação. A exigência pelo agendamento, explica o secretário de Saúde, Yanko Gonçalves Mello, é para para priorizar a pequena parcela de moradores de Paulínia que ainda não foram imunizados. “A grande procura após o dia 11, quando convocamos os moradores da cidade para tomarem a vacina foi desproporcional. Dessa maneira, teremos um controle maior e, com certeza, vamos aumentar ainda mais a parcela de imunizados no município”, explica Yanko.

Em 2017, após a realização dos mutirões em diversos bairros na área urbana e área rural da cidade, mais de 42 mil pessoas foram imunizadas contra Febre Amarela em Paulínia. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, nenhum caso de macaco morto por febre amarela foi registrado no município. A vacina é uma prevenção e deve ser recebida pelo morador que ainda não se imunizou.

. . .




equipetribuna