Posted Fevereiro 2, 2018 by Tribuna Paulínia in Paulínia
 
 

Pressão popular faz Dixon recuar e manter benefícios a estudantes

Estudantes fizeram manifestações na Câmara e em redes sociais

Depois de uma pressão popular ser deflagrada por estudantes insatisfeitos com as alterações que o executivo pretendia fazer nos Programas de Bolsa Educação e Transporte Escolar, o prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP) resolveu recuar.

O projeto que seria votado na sessão de terça-feira, 30, com as novas regras foi retirado da pauta para ser analisado. Já o Decreto 7236/2017, que mudou as regras do transporte universitário oferecido, ainda não foi alterado, mas a prefeitura divulgou algumas modificações que deverão ser realizadas.

Dentre as alterações, estão as mudanças no raio do itinerário atendido, passando de 100 para 150 quilômetros, e no ponto de embarque, que a partir de agora será no Rodoshopping.

Além disso, a prefeitura também disponibilizará 17 linhas de ônibus denominadas “Linhas Caronas”, com o objetivo de transportar os usuários dos bairros para o ponto de saída.

Manifestação

As manifestações contra as mudanças propostas pelo governo foram feitas em redes sociais e também durante a sessão de terça-feira. “A gente continua com a manifestação. Eles precisam ver que a população acordou e que os estudantes estão revoltados com isso. E, quando entrar na pauta, vai ter manifestação de novo, pois, nós vamos lutar pelos nossos direitos”, disse Katlen Pires, estudante de Direito, bolsista e usuária do transporte universitário de Paulínia.

. . .




Tribuna Paulínia