Início Paulínia Anglo lança simulado gratuito sobre barragens

Anglo lança simulado gratuito sobre barragens

A Solução educacional Anglo preparou o primeiro simulado on-line de 2019 com o tema “Barragens”. A proposta foi escolhida para jogar luz aos trágicos eventos de rompimento de barragens, que têm sido frequentes no Brasil. No ano de 2015, houve a destruição da cidade de Mariana e, em janeiro deste ano, o episódio se repetiu em Brumadinho; ambos em Minas Gerais.
Os prejuízos se deram em todas as esferas. Em Brumadinho, foram mais de 200 vítimas e pelo menos cem pessoas continuam desaparecidas. Além das perdas humanas, diversos animais morreram por efeito da lama. A vegetação e biodiversidade foram impactadas negativamente: o Rio Paraopeba, por exemplo, foi decretado morto pela SOS Mata Atlântica por causa da contaminação dos rejeitos. Ao todo 12 milhões de m³ de lama tóxica passaram pela barragem.
Devido à relevância do assunto, é importante que os alunos e a sociedade estejam muito bem informados sobre os prejuízos, desdobramentos e causas do acontecimento. O simulado também auxilia os vestibulandos a treinar questões que podem cair nos vestibulares este ano.
O teste é on-line, gratuito e possui nove questões. Estas compõem várias perspectivas sobre o tema, contemplando diversas disciplinas. Em literatura, por exemplo, há um trecho sobre a crítica de Carlos Drummond de Andrade à extração mineral da Vale – empresa também responsável pela manutenção das barragens de Brumadinho; em química é abordado a contaminação do Rio Paraopeba por metais pesados como o chumbo e o mercúrio; e, em história, tratou-se das implicações culturais da construção de uma barragem no Egito.

Para realizar o simulado, basta acessar o link http://bit.ly/simuladobarragens. Após o término das questões, o internauta terá acesso ao gabarito com comentários para cada questão, facilitando o entendimento do conteúdo.

Artigo anteriorConferência discute direitos dos idosos no século XXI
Próximo artigoSite da Câmara disponibiliza “Sala do Cidadão”