Início Variedades Aplicação de tecidos em paredes é tendência em decoração

Aplicação de tecidos em paredes é tendência em decoração

Segundo a decoradora Áurea Biazzi, os tecidos dão sensação de profundidade ao ambiente
Segundo a decoradora Áurea Biazzi, os tecidos dão sensação de profundidade ao ambiente

Quando se falava em decoração de casa, os tecidos eram exclusivamente utilizados em cortinas, almofadas e sofás, porém, atualmente, eles estão em evidência para revestir as paredes e deixar o ambiente aconchegante.

A tendência, que foi inspirada em casas europeias, substitui o papel de parede e cria ambientes, segundo a decoradora Áurea Biazzi, do rústico ao clássico e moderno. “Os tecidos dão sensação de profundidade e em ambientes pequenos, deve-se optar por cores claras e menos estampadas”, disse.
Outra dica da decoradora é não usar tecidos finos e escolher tons pastéis se não tiver a ajuda de um profissional para analisar o ambiente que terá a parede revestida. A mistura de estampadas em um mesmo espaço também é permitida desde que as cores não sejam muito chamativas. “As tendências de estampas passam, por isso é melhor não ousar nas cores para não ficar com um ambiente ultrapassado”, afirmou.
Áurea Biazzi disse ainda que os tipos de tecidos e texturas podem variar e fica a critério do cliente, que pode escolher veludo, sedã, em algodão ou outros. Para ela, a escolha do tipo do tecido reflete no tipo de ambiente, como por exemplo, um espaço moderno, clássico, aconchegante.
Segundo a decoradora, deve-se evitar usar tecidos em ambientes úmidos, como banheiro e cozinha, devido a absorção que pode comprometer a durabilidade do tecido.

Aplicação do produto

A aplicação do tecido em paredes deve ser feita por um profissional. Segundo o estofador Alessandro Dias, qualquer tecido pode ser aplicado e a emenda é feita de acordo com a estampa escolhida pelo cliente. “A preparação do tecido demora mais que a colocação. Uma parede de 10 m², por exemplo, são gastos 40 minutos para a instalação”, disse.
O preço cobrado pelo estofador para a aplicação depende do tipo de tecido, mas varia de R$ 20 a R$ 25 o m².
De acordo com Alessandro Dias, o tecido comparado ao papel de parede possui a mesma durabilidade, mas o preço é menor em pelo menos a metade. “O cliente pode deixar o tecido ou o papel na parede por dez anos que ele não fica danificado, mas a economia do tecido é significativa quando comparada com o papel”, afirmou.
A limpeza do tecido, segundo o estofador, pode ser feita com o auxílio de um aspirador de pó. Deve-se evitar passar pano úmido para não comprometer a durabilidade do produto.