Início Cultura Brasuca recebe Certificado de Reconhecimento Cultural por serviços prestados à comunidade forrozeira,...

Brasuca recebe Certificado de Reconhecimento Cultural por serviços prestados à comunidade forrozeira, em premiação na Câmara de São Paulo

Uma noite de celebração e reconhecimento a quem fomenta o forró em todo o Brasil. Assim foi o evento de entrega do Primeiro Prêmio SP Forró, que aconteceu na Câmara Municipal da capital paulista, em 19 de novembro de 2023 e, junto dos maiores promotores do pé de serra no Brasil, Estéfano Bespalec Júnior, trouxe para Campinas certificado e troféu pelos dez anos em que promove o ritmo no Brasuca Multicultural e em demais eventos da Multi Produtora, como o Nata Forrozeira, por exemplo, e idealizar shows de Falamansa e Alceu Valença, que atraem forrozeiros de toda a região.

O evento realizado pela Comunidade SP Forró prestigiou casas como o Remelexo, uma das mais tradicionais de São Paulo, e o Bar Forró, onde acontece o Fenfit (Festival Nacional de Forró de Itaúnas). O Brasuca foi a única casa do interior de São Paulo a receber o reconhecimento cultural. E ainda foram premiados professores do ritmo, organizadores de festivais, cantores, DJs e trios em destaque na cena do forró atual em todo o território nacional.

Comoção e muita gratidão é o que sente Estéfano, como revela sobre a importância que o forró tem em sua vida e na construção de sua carreira, que o colocou entre os grandes empresários do entretenimento do Brasil. “O Brasuca nasceu de um sonho e de muito amor ao forró. Minha trajetória pessoal é quando ainda jovem, comecei a sair e me encantei com o movimento, que era forte no começo dos anos 2000. No forró fiz amigos que carrego até hoje, conheci minha esposa e constituí família, e do forró senti a missão de continuar com o legado na região. Mesmo trabalhando com outros ritmos, o forró tem espaço cativo nas minhas produções e no meu coração”, revela Estéfano emocionado.

História

Localizado em umas das principais esquinas de Barão Geraldo, distrito mais cultural de Campinas, o Brasuca foi todo construído de grandes vigas e pilares de madeira com teto de sapé com uma área superior a 1000 m². Dez anos após a abertura, o Brasuca é o principal espaço multicultural da região, atraindo fãs da boa música à metrópole. Agora assume a nova identidade Brasuca Multicultural e carrega a orgulhosa marca de ser a maior casa de forró do interior paulista.

Criado a partir da iniciativa do Forró das 6, evento de forró pé de serra realizado aos domingos, em Campinas, o Brasuca Multicultural conta com a expertise de quase dez anos de mercado, priorizando ritmos tradicionalmente brasileiros e seus derivados como forró, samba, samba rock, reggae, mpb e outros. O forró é o ritmo predominante da casa, com agenda fixa, todos os domingos. Independente da banda ou trio, centenas de forrozeiros se encontram sagradamente no ritual semanal que reúne música, dança, alegria, amizade, amor e reverência à cultura pé de serra.

No histórico, já são contabilizados mais de mil shows. Com, no mínimo, doze eventos mensais, abrangendo diversos segmentos da música como forró, reggae, rap, samba, pagode e mpb, sempre encaixando o ritmo à identidade da casa. Entre os nomes conhecidos do forró, já se apresentaram no palco Geraldo Azevedo, Elba Ramalho, Falamansa, Trio Nordestino, Os 3 do Nordeste, Zeca Baleiro, Dorgival Dantas, Chico César, Targino Gondim e Mestrinho.

E para coroar a primeira década, um belíssimo show de Alceu Valença foi realizado na Multi Arena, na tarde do domingo azul, 12 de novembro, no Shopping Iguatemi Campinas. O artista pernambucano, referência do ritmo, com 50 anos de carreira, apresentou o show vibrante e emblemático, que marcou a memória de cerca de três mil pessoas que prestigiaram o evento. 

“Esse prêmio vai para toda a comunidade forrozeira de Campinas e região”, dedicou Estéfano.  

Para saber saber mais, siga Instagram: Brasuca Multicultural (@brasucamulticultural) • Fotos e vídeos do Instagram

O BRASUCA MULTICULTURAL FICA NA  AVENIDA SANTA ISABEL, N° 800, BARÃO GERALDO, CAMPINAS/SP.

Artigo anteriorWilson Machado é entrevistado por Danilo Barros no podcast DaniCast
Próximo artigoDepois de sucesso absoluto ‘Ana Cañas Canta Belchior’ volta ao Brasuca, em 1º de dezembro