Início Paulínia Capital social da Critter é incompatível com doação de asfalto feita à...

Capital social da Critter é incompatível com doação de asfalto feita à Prefeitura de Paulínia

Doação de 200 toneladas de massa asfáltica é incompatível com capital social da empresa

Empresa de infraestrutura e pavimentação de Campinas tem R$ 30 mil de capital. Em outra sociedade, donos da Critter já receberam ordem de despejo por não pagar aluguel

No início do mês, a Prefeitura de Paulínia recebeu da Critter Infraestrutura e Pavimentadora Ltda, uma doação de mais de 200 toneladas de massa asfáltica para a “Operação Tapa Buraco” que teve início esta semana na cidade. Mas, uma rápida consulta ao CNPJ da empresa revelou que seu Capital Social tem valor inferior ao custo total de sua doação.

O CNPJ 19.048.690/0001-87 possui três sócios: Mario de Oliveira Critter Junior, Gabriel Lunardi Melhado e Pedro Luiz Chinelatto Chilliatto. Está localizada na Chácara Três Marias, em Campinas, e possui um Capital Social de R$ 30 mil.
Porém, uma pesquisa com outros fornecedores do mesmo produto revelou que o valor da doação ficaria entre R$ 55 mil à R$ 60 mil caso a Prefeitura tenha recebido apenas a massa. “Existem outros produtos que acompanham a aplicação no solo. Caso eles forem acrescentados, o valor final será maior”, disse o fornecedor.

Despejado
Os mesmos proprietários da Critter Infraestrutura e Pavimentadora também eram sócios da Insurance System Corretora de Seguros Ltda. A empresa recebeu ordem de despejo por falta de pagamento nos aluguéis. Juntos, os três empresários ainda são sócios nas empresas C.C.M – Administração de Bens Próprios Ltda – ME e Critter Construções e Comércio Ltda.

Artigo anteriorRota das Bandeiras padroniza velocidade máxima da SP-360
Próximo artigoMacaco é encontrado morto no Mini Pantanal e suspeita é de febre amarela