Início Região Com finalização de obras, acesso do Tapetão a Barão Geraldo é liberado

Com finalização de obras, acesso do Tapetão a Barão Geraldo é liberado

Após 78 dias, acesso ao trevo de Barão Geraldo, em Campinas é liberado
Após 78 dias, acesso ao trevo de Barão Geraldo, em Campinas é liberado

Com reabertura, fluxo é normalizado na região do distrito de Campinas. Concessionária fechou local para fazer elevação na pista da SP-332

Após 78 dias de interdição, o acesso pelo Tapetão (SP-332) ao distrito de Barão Geraldo, em Campinas, foi reaberto nesta quarta-feira (15). A área estava bloqueada desde 29 de julho para realização de obras de elevação do trecho. No período em que a via foi interditada, houve reflexos no trânsito, que tem fluxo de 25 mil veículos por dia. A expectativa da empresa responsável pela estrada é de que a obra garanta mais fluidez ao local.
Com o fim da intervenção, o motorista que transita pelo Tapetão poderá novamente entrar no distrito por um acesso direto, como ocorria anteriormente, mas agora passando pela elevação. Naquele ponto, há também a saída para quem está na rodovia e seguirá até Paulínia.
De acordo com a concessionária Rota das Bandeiras, responsável pela via, a elevação foi necessária para que uma passagem inferior fosse construída. A readequação faz parte de uma série de mudanças, que foram concluídas gradativamente. Outras cinco alças, por exemplo, foram criadas no dispositivo para amenizar os conflitos viários que deixavam o trânsito carregado. Com as mudanças, há agora uma via para cada origem e destino de motoristas, segundo a empresa.

Novos acessos
Quem segue pela Dom Pedro I sentido Anhanguera, agora acessa Barão Geraldo pela alça do km 138+500. A pista, duplicada, possui uma bifurcação à frente, com uma alça à esquerda para a Prof. Zeferino Vaz (SP-332), sentido Paulínia.
O motorista que deixa o distrito também terá caminhos exclusivos. O viaduto, já existente, agora possui uma alça à direita, destinada a quem irá seguir viagem pela D. Pedro I, sentido Anhanguera. Já quem vem de Paulínia e irá para o mesmo destino conta com outra alça, no km 114+500 da Prof. Zeferino Vaz, antes de cruzar o viaduto. Outra modificação ocorreu para quem deixa Barão Geraldo com destino a Paulínia. O acesso, agora, é feito por uma pista à direita do viaduto.