Início Paulínia De novo, chuva causa transtornos em Paulínia

De novo, chuva causa transtornos em Paulínia

Secretarias Municipais montam força-tarefa para remoção de árvores em Paulínia
Secretarias Municipais montam força-tarefa para remoção de árvores em Paulínia

Temporal de quarta e de quinta-feira causou a queda de 27 árvores em diversos bairros da cidade

Paulínia registrou ventania e a queda de 13 árvores com a chuva que caiu na noite de quarta-feira (21). Os ventos, das 21 às 22 horas, chegaram a 55 km/h, conforme a Estação de Meteorologia da Refinaria de Paulínia (Replan). O município não registrou nenhum ponto de alagamento ou deslizamento de terra. Vários bairros ficaram sem energia elétrica. Os bairros mais atingidos foram Jardim Calegaris, Fortaleza, Morumbi e Santa Terezinha.
As Secretarias Municipais de Defesa Civil e Meio Ambiente de Paulínia deram início logo na manhã do dia seguinte, quinta-feira, à uma força-tarefa para limpar as áreas atingidas pela chuva, principalmente remoção de troncos, galhos e folhas de árvores que caíram.
A Estação Pluviométrica da Secretaria de Defesa Civil registrou volume de 18 milímetros de chuva das 7 horas do dia 21, a 7 horas do dia 22 de outubro.
Os alunos da EMEI “Vitória Rivaben Pigatto”, no Jardim Calegaris, foram dispensados, pois algumas salas de aula, cozinha e área administrativa apresentaram infiltração. Já a EMEI “Regina Coeli Osti”, no bairro Morumbi, teve parte do alambrado destruído por queda de árvore. O local foi isolado e as aulas acontecem normalmente. A Secretaria de Obras de Paulínia já realiza, em ambas, manutenção nas duas unidades escolares.

Quinta-feira
As Secretarias de Defesa Civil, Meio Ambiente e Obras de Paulínia registaram a queda de 14 árvores nos bairros Parque das Árvores, Planalto, São José e João Aranha, Jardim Calegaris, Balneário Tropical e região central.
A Defesa Civil, ainda, prestou apoio na Vicinal Paulínia/Cosmópolis, sentido Americana, próximo ao Pesqueiro do Marcão, para remoção de árvores na pista e socorreu três destelhamentos, sendo que um no bairro Balneário Tropical, sentido Parque da Represa, além de assistência no rompimento de cabo da rede elétrica e telefonia, auxílio público e enxurrada.
Em 24 horas, a Estação Pluviométrica da Secretaria de Defesa Civil registrou volume de 18,5 milímetros (mm) de chuvas das 7 horas do dia 22, a 7 horas do dia 23 de outubro. O acumulo registrado até a manhã desta sexta-feira (23), é de 49 mm.
Mais informações podem ser adquiridas pelos telefones: Defesa Civil – 199; Corpo de Bombeiros – 193 e CPFL Paulista – 0800 010 1010.