Início Saúde Departamento de Bem-Estar Animal orienta população sobre aves fora do ninho

Departamento de Bem-Estar Animal orienta população sobre aves fora do ninho

A reprodução de aves ocorre principalmente na primavera e no verão, estações com maior disponibilidade de alimentos, por isso é mais comum observar ninhos de aves em casas, principalmente no forro e filhotes no chão

O Departamento de Bem-Estar Animal (DPBEA) da Prefeitura preparou dicas para os munícipes que encontrem aves fora do ninho.

As informações foram preparadas pela médica veterinária, Fernanda Santos, responsável pelo DPBEA, em virtude do aumento de pedidos de orientações por parte dos munícipes nos últimos meses.

Em caso de mais dúvidas, o DPBEA pode ser procurado através do telefone (19) 3874-5611 ou pelo e-mail [email protected].

O atendimento do órgão ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

PERÍODO DE REPRODUÇÃO

A reprodução de aves ocorre principalmente na primavera e no verão, estações com maior disponibilidade de alimentos, por isso é mais comum observar ninhos de aves em casas, principalmente no forro e filhotes no chão.

Informações importantes:

Jamais remova os filhotes do ninho, pois isso é crime ambiental.

Espere os filhotes crescerem e irem embora por conta própria, depois feche a entrada para que o local não seja usado como ninho novamente.

ACHOU UM FILHOTE DE AVE NO CHÃO?

Afaste do local possíveis predadores como cães e gatos.

Não toque no animal, a não ser que você tenha certeza que ele precise. A interferência humana pode prejudicar o progresso de aprendizagem e adaptação, realizado pela companhia da ave mãe

Observe se é um filhote frágil ou já é um jovem emplumado

Filhote frágil: observe se há um ninho próximo. Coloque a ave de volta no ninho, com auxílio de um pano/toalha ou luvas. Evite manipular demais. Caso não ache um ninho, improvise com uma caixa de papelão forrado com um tecido e em local seguro (árvore ou arbusto) e observe se os pais procuram o filhote.

Jovem aplumado: caso não tenha predadores próximos, deixe o animal no local. Se não for possível conter os predadores, coloque a ave em um local seguro como uma árvore ou um arbusto (utilize luvas ou panos/toalha).

QUANDO ACIONAR O DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E BEM-ESTAR ANIMAL (DPBEA)?

Ave caída, machucada ou doente: coloque a ave com cuidado em uma caixa de papelão forrada com tecido ou papel.

Utilize luvas/toalha/panos para manipulação do animal. Faça furos na caixa para ventilação e acione o DPBEA.

Não tente oferecer água ou alimentos pois podem ser inadequados para o animal e causar sua morte.

Não deixe perto de outros animais ou crianças. Não manipule mais do que o necessário.

 

Artigo anteriorAudiências Públicas sobre as concessões da Iluminação Pública e da Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos acontecem na quarta-feira (21)
Próximo artigoTSE: entidade não encontra falhas em código-fonte da urna eletrônica