Início Política Em sessão, vereadores pedem soluções para problemas na cidade

Em sessão, vereadores pedem soluções para problemas na cidade

Problemas com o Transporte Universitário, falta de fisioterapia no hospital e ainda a publicação feita no semanário dizendo que Paulínia gerou 21 mil novos empregos em 2011 foram discutidos na sessão da Câmara de quarta-feira, 22 de fevereiro.

A Vereadora Siméia Zanon (PSDC) questionou a publicação feita no semanário oficial desta semana, o qual divulgou que Paulínia gerou 21 mil 369 empregos em 2011.

“Com tanta gente pedindo emprego no meu gabinete, onde estão essas pessoas empregadas? Se qualquer pessoa ler, isso é mentira mesmo, afinal a informação passa pelo prefeito, antes de ser publicado”.

Em relação a remodelação das linhas do Transporte Universitário, o vereador Custódio Campos (PT) levantou novamente o problema, pois alguns alunos estão tendo sérias dificuldades em continuar frequentando suas faculdades.

“A Secretaria de Transportes está dificultando muito a ida desses estudantes para faculdades em Itatiba e Bragança Paulista, por exemplo.

A orientação é juntar as linhas, não sei se visando a economia.
Há o caso de uma aluna que tem que ficar esperando o ônibus até meia noite no ponto exposta ao perigo. Outros alunos que estudam em Piracicaba e Rio Claro também estão com problemas.
A minha sugestão é que o aluno possa receber uma ajuda de custo para que o aluno possa se deslocar para outro município para estudar.

Já que estamos vendo alguns universitários correndo o risco de parar de estudar”, apontou Custódio.

Já o vereador Bonavita de Almeida Barros apontou que o hospital não está mais oferecendo fisioterapia. “ As pessoas fazem a cirurgia e depois quando precisam da fisioterapia não tem. Um problema que já vem de muito tempo, todos sabemos o sucesso de um processo cirúrgico é a fisiotearapia,  que o processo pós operatório tem que ser sério e com pessoal capacitado, e quando não tem a cirurgia pode ir para o espaço. A saúde de Paulínia está na UTI há muito tempo. Essa é a triste realidade da nossa cidade”, disse Bonavita.

 

Doação de áreas para construção de três unidades educacionais

Durante a sessão foram aprovados três Requerimentos de autoria do Poder Executivo para que os Projetos de Lei (PL) 5/12, 6/12 e 7/12 tramitem em regime de urgência pelas Comissões do Legislativo.

O PL 5/12 institui e disciplina o Termo de Parceria, instrumento passível de ser celebrado com entidades qualificadas como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

O PL 6/12 autoriza a concessão de subvenção social para o Projeto Liberdade, que receberá este ano 360 mil reais.

A adequação do regime de adiantamento de verbas, padronizando o relatório de prestação de contas através do PL 7/12, recebeu votos favoráveis. Os três projetos citados acima também foram aprovados em primeira discussão.

A concessão de direito de uso da área pertencente ao município para a Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Paulínia foi aprovado via PL 1/12.

O PL 77/11 que autoriza a desafetação e doação de áreas ao Governo de São Paulo, para construção de unidades escolares no Residencial Villa Lobos, Parque dos Servidores e Residencial Campos do Conde, foi aprovado. A denominação de vias públicas do Residencial Vila Lobos através do PL 3/12 e o PL 4/12 que trata da alteração na denominação do cargo de Agente de Saúde para Agente de Controle de Vetor também foram aprovados.  

Tribuna Livre

A munícipe Maria Ildete Leal Falciroli que é membro da AMA Paulínia, fez uso da Tribuna Livre e convidou a todos para a 1ª Conferência Municipal sobre Transparência e Controle Social que acontece no sábado, 25, no Centro Comunitário Nossa Senhora Aparecida, localizado na Rua Jaime Ramos dos Santos no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Sessão Extraordinária

Após o uso da Tribuna o presidente da Câmara, Marquinho da Bola (PSB), convocou a 2ª Sessão Extraordinária de 2012 para votação em segunda discussão do PL 6/12 e o mesmo foi aprovado.