Início Destaques Equipe Petrobras/Paulínia conquista 9º título brasileiro

Equipe Petrobras/Paulínia conquista 9º título brasileiro

Em disputa acirrada, Paulínia termina apenas três pontos a frente de Americana, vice-campeã, numa hegemonia de equipes paulistas

 

A equipe de Bicicross Petrobras/Paulínia conquistou o ene-acampeonato Brasileiro da modalidade (esporte olímpico) numa disputa acirrada decidida só nas últimas baterias no domingo, 6 de junho, em Leme, em etapa única. Paulínia bate seu próprio recorde e soma, em seus 13 anos de história, os títulos nacionais de 1999, 2001, 2002, 2004, 2005, 2007, 2008, 2009 e 2010. Paulínia terminou a  prova com  324 pontos, seguida bem de perto por Americana com 321 e São José dos Campos, em terceiro com 314.
Se na disputa entre equipes, houve enorme equilíbrio, entre estados, São Paulo faturou o título com folga com 337 pontos, seguido por Santa Catarina com 293 e Minas Gerais com 260. Participaram o Brasileiro 401 pilotos de 11 estados(São Paulo, Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) em 32 categorias e 65 baterias.
A Petrobras/Paulínia conquistou ainda 3 títulos individuais com Hugo Ostetti, que consolida sua supremacia na categoria Júnior Men(2ª mais importante do bicicross),   a colecionadora de troféus Maitê Barreto, na 11/12 anos feminino, e Joana Correia Silva, na 15/16 anos feminino, atual campeã pan-americana, que faturou neste domingo o 23º título individual da carreira.
Estrutura e Trabalho de Base
Na categoria Elite Men(Olímpica), a principal da modalidade, o título ficou com Renato Rezende, de São José dos Campos, mas Paulínia também fez bonito com o vice-campeonato de Gustavo Chiara, e a terceira colocação de Ebert Silva. Na Elite Women, o título ficou com Bianca Chinaglia, de Salto, seguida por Naiara Silva, de Jacareí, e Maria Tereza Muller, de Marechal Cândido Rondon, do Paraná.
A comissão técnica capitaneada por Daniel Jorge e Ricardo Alves atribui  o sucesso da equipe em mais uma temporada à estrutura do clube e ao trabalho de base. “Uma equipe não fica na ponta do bicicross nacional por tanto tempo por acaso. As condições oferecidas pela diretoria e nosso investimento nas categorias de base são fundamentais. É um trabalho de referência não só para o bicicross brasileiro, mas também para o  esporte do País, sem contar o aspecto social de formar cidadãos através da modalidade”, enfatizou o técnico Daniel Jorge.
Em busca dos 100%
Ricardo Alves, que além de técnico, tem especialização em psicologia desportiva,  elogiou a seriedade e concentração dos atletas. “O grupo vem de uma série de competições difíceis e importantes e de conquistas recentes. Mesmo assim, os atletas não perderam o foco e mantiveram a pegada até o fim contra adversários que exigiram tudo de nós. É uma equipe já tarimbada com decisões e que mantém a frieza, mesmo sob pressão”, comentou o técnico Ricardo Alves.
O próximo compromisso da equipe Petrobras/Paulínia será no dia 13 de junho em Cosmópolis, às 10h30 na 2ª etapa da Copa Regional de Bicicross, onde ocupa a liderança, assim como no Campeonato Paulista, onde também tenta o 9º título estadual e terminar a temporada com 100% de aproveitamento.