Início Região Loja de automóveis de Campinas recebe multa milionária

Loja de automóveis de Campinas recebe multa milionária

Além de Campinas, a Opção Mil Veículos possuía filiais em várias cidades da região
Além de Campinas, a Opção Mil Veículos possuía filiais em várias cidades da região

Procon identificou o desrespeito da Opção Mil Veículos em relação aos direitos dos consumidores

Após 111 processos administrativos, a loja de carros Opção Mil Veículos foi multada em mais de R$ 3 milhões pelo Procon de Campinas. A empresa foi alvo de diversas reclamações por parte dos consumidores que giram em torno de descumprimento de oferta, vício de serviço e prática comercial abusiva, como não entrega de documentos, financiamentos indevidos em nome de terceiros, retenção de veículos deixados para venda em consignação, entre outras práticas.
Segundo o diretor do Procon, Ricardo Chiminazzo, durante a análise dos processos ficou claro o desrespeito da empresa em relação aos direitos dos consumidores. “Ainda em sua primeira fase foram tentados vários contatos com representantes da empresa na busca de uma solução para os consumidores, mas não houve retorno e sequer se apresentaram na audiência de conciliação proposta. Diante disso, prosseguimos com o julgamento dos processos que resultou na aplicação das multas no valor total de mais de R$ 3 milhões”, afirmou o diretor.
O Procon campinas está orientando os consumidores afetados que queiram reaver valores e bens, que busquem o Judiciário, que é a esfera competente quando o fato envolve questões de danos materiais e morais.

Em 2007

Clientes e funcionários foram surpreendidos em 2007 com o anuncio do fechamento das lojas do Grupo Córsega em abril de 2007. Cerca de 380 funcionários foram dispensados e uma ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) bloqueou todos os bens do Grupo, para serem leiloados para o pagamento das verbas rescisórias dos trabalhadores. Cerca de 400 clientes da empresa entraram com processos na Justiça por problemas envolvendo o Grupo e cujos casos também se transformaram em inquéritos na Polícia Civil.
O Grupo Córsega Veículos era formado por seis lojas em Campinas, sendo cinco de revenda de carros e uma de acessórios, uma em Limeira e uma em Piracicaba. A empresa funcionou durante 16 anos e vendia uma média de 700 veículos por mês.