Início Região Mais de 500 mil pessoas ficam sem energia na RMC

Mais de 500 mil pessoas ficam sem energia na RMC

Segundo a CPFL Paulista, o problema em um equipamento interrompeu o fornecimento de energia em Americana, Sumaré, Valinhos e na região Sul de Campinas

Avenida Prestes Maia ficou no escuro

Mais de 500 mil pessoas da Região Metropolitana de Campinas (RMC) ficaram no escuro por quase meia hora na noite desta quinta-feira (9).

Segundo a CPFL Paulista, o problema em um equipamento interrompeu o fornecimento de energia em Americana, Sumaré, Valinhos e na região Sul de Campinas.

O blecaute começou às 20h34. Segundo a assessoria de imprensa da CPFL, um equipamento de uma subestação de grande porte apresentou falhas, o que deixou 520 mil moradores da região sem energia elétrica.

Também de acordo com a empresa, o tempo levado para que o serviço fosse restabelecido foi de até 20 minutos, mas variou de acordo com cada área.

A região Sul de Campinas, que foi a principal afetada pelo problema segundo a CPFL, reúne bairros como Parque Prado, Jardim do Lago e São Bernardo.

Mas a população também notou problemas em outras partes da cidade. Segundo relatos de moradores, vias como a Avenida Francisco Glicério e a Rua José Paulino, no Centro, ficaram completamente apagadas.

Também na área central, partes do Cambuí estiveram no escuro por alguns minutos. Moradores de bairros como Vila União, Campos Elíseos, Parque Universitário, Satélite Íris e Residencial Cosmo reclamaram do problema.

E não foi só a RMC que ficou na escuridão. Mais de 170 mil moradores de Ribeirão Preto (a 225 km de Campinas) tiveram o fornecimento de energia interrompido por cerca de cinco minutos durante a tarde.

Lá, o serviço também é prestado pela CPFL e o problema teria sido causado no sistema de transmissão de energia, o que acarretou na interrupção.

Segundo a assessoria de imprensa da CPFL, nesta sexta-feira (10) devem ser divulgadas outras informações sobre o problema nas redes de transmissão.