Início Cultura Orquestra Filarmônica de Israel volta a se apresentar em Paulínia

Orquestra Filarmônica de Israel volta a se apresentar em Paulínia

zubin mehtaO aclamado maestro e uma das mais importantes orquestras em atividade do mundo voltam a tocar na região. Em Paulínia, se apresentam na segunda-feira (19/8), às 20h, no Theatro Municipal, um dos preferidos do maestro Zubin Mehta no Brasil, por conta de sua excelente acústica. Já em Campinas, oito anos após sua primeira apresentação na cidade, o concerto será ao ar livre e gratuito, no domingo (18/8) às 20h, na Praça Arautos da Paz.

Regida pelo lendário maestro Zubin Mehta e reconhecida pela sua grandiosidade e conjunto sonoro irrepreensível, a Orquestra Filarmônica de Israel volta a participar dos Concertos Paulínia, na segunda-feira (19 de agosto), às 20 horas, na segunda apresentação da série Grandes Concertos Internacionais no Theatro Municipal, com apoio da EPTV, do Hotel Vitória e apoio cultural da Prefeitura Municipal de Paulínia. O programa inclui obras marcantes: a “Abertura Leonora nº 3 Op. 72b” de Beethoven, a “Sinfonia nº 40 em sol menor K. 550” de Mozart e a “Sinfonia nº 1 em dó menor Op. 68” de Brahms (1833 – 1897). Em sua primeira passagem por Paulínia, em 2009, a Filarmônica comoveu o público em dois extraordinários concertos regidos pelo maestro Zubin Mehta, que tem o Theatro Municipal entre seus preferidos no Brasil
Um dia antes, no domingo 18 de agosto, a Filarmônica volta a tocar sob a batuta do maestro indiano na Praça Arautos da Paz, às 20 horas. Em 2005, eles encantaram o público de Campinas com um extraordinário concerto, que reuniu cerca de 40 mil pessoas no parque. Obras de Tchaikovsky, Johann Strauss II e Ravel estão no programa do concerto gratuito, que promete ser o maior evento da música clássica do ano e conta com patrocínio EPTV, Petrobras, Iguatemi Campinas e MRV Engenharia, e com apoio da Unimed, CPFL, EMS, Hotel Vitória e Prefeitura Municipal de Campinas.

Orquestra Filarmônica de Israel

A Orquestra Filarmônica de Israel foi fundada em 1936 pelo grande violinista Bronislav Huberman e em seu concerto inaugural, no dia 26 de dezembro do mesmo ano, foi regida pelo lendário Arturo Toscanini. Desde então, a orquestra tem feito inúmeras turnês, encantando plateias por todo o mundo. Em Israel, apresenta aproximadamente 150 concertos por ano, servindo às populações de Tel Aviv, Jerusalém, Haifa, entre outras cidades. Suas séries de assinatura têm um público fixo de mais de 30.000 pessoas, um número extraordinário se comparado ao público de qualquer grande orquestra do mundo e especialmente tendo em vista a pequena população de Israel.

 

Entre os seus colaboradores estão alguns dos maiores regentes, como: Arturo Toscanini, Leonard Bernstein, Sir John Barbirolli, Sergei Koussevitsky, Zubin Mehta, Eugene Ormandy e Paul Paray. Como solistas, a Orquestra já recebeu personalidades como os pianistas Arthur Rubinstein, Claudio Arrau, Vladimir Ashkenazi, Daniel Barenboim, Rudolf Serkin e Lang Lang, violinistas como Itzhak Perlman, Isaac Stern, Natan Milstein, Pinchas Zukerman, Shlomo Mintz Maxim Vengerov e Joshua Bell; violoncelistas como Pablo Casals, Yo Yo Ma, Gregor Piatigorsky, Paul Tortelier, André Navarrá, Jacqueline du Pré, Antonio Meneses e Msitislav Rostropovitch; flautista Jean Pierre Rampal e cantores como Montserrat Caballé, Leontyne Price, Jessie Norman, Placido Domingo e Luciano Pavarotti.

.:Serviço.

Apresentação Orquestra Filarmônica de Israel

19 de agosto (segunda-feira), 20 horas

Theatro Municipal de Paulínia

Av. Prefeito José Lozano de Araújo, 1551, Paulínia, tel. (19) 3933-2140