Início Ação Social Paulínia faz acolhimento de pessoas em situação de rua

Paulínia faz acolhimento de pessoas em situação de rua

O trabalho é realizado em conjunto entre as secretarias de Assistência Social e Cidadania, Defesa Civil e Saúde, e conta com a parceria da Missão Madre Teresa de Calcutá e do Fundo Social de Solidariedade

A ação desenvolvida pela Prefeitura de Paulínia para acolhimento de pessoas em situação de rua resultou em sete encaminhamentos para o Abrigo Municipal na noite da última quarta-feira (28). Na terça-feira, outras duas pessoas já haviam sido abrigadas.

O trabalho é realizado em conjunto entre as secretarias de Assistência Social e Cidadania, Defesa Civil e Saúde, e conta com a parceria da Missão Madre Teresa de Calcutá e do Fundo Social de Solidariedade.
Além dos acolhimentos, foram efetuadas ontem 30 abordagens. As pessoas que não quiseram ser abrigadas receberam cobertores e marmitex. A ação prossegue nesta quinta-feira, 29.

“Já estávamos executando um trabalho de acolhimento às pessoas em situação de rua, porém, com a chegada de uma frente fria mais intensa, tomamos a decisão de intensificar os trabalhos”, explicou a secretária de Assistência Social, Rita Coelho.
De acordo com a secretária, o foco é sensibilizar as pessoas em situação de rua sobre a importância do acolhimento, especialmente neste momento de frio intenso.
Além disso, a Defesa Civil deixa à disposição atendimento telefônico 24 horas/dia, nos números de emergência 199 e/ou 3874-1516, e a Secretaria de Saúde disponibilizou uma ambulância específica para os casos de emergência.

Abrigo
O Abrigo para acolhimento de pessoas em situação de rua foi inaugurado em abril do ano passado, como uma das medidas de emergência tomadas pela Administração Municipal em virtude da pandemia. O Abrigo funciona no Ginásio Poliesportivo do Monte Alegre e oferece a todos os acolhidos refeições, roupas e cobertores.
Baixa Temperatura
A Defesa Civil informou que a temperatura mínima registrada na madrugada de quinta-feira foi de 5,2 graus. Segundo o órgão, não houve registros de geada.

Os bairros monitorados foram: Centro, Jardim Planalto, Morro Alto, Vila Nunes, Alto dos Pinheiros, João Aranha, Monte Alegre, Presidente Médici, Vila Bressani, Nova Paulínia, Santa Cecília, Santa Terezinha, Morumbi e Betel. A estação meteorológica usada é a do Ciiagro da Unicamp.