Início Paulínia Paulínia sedia reunião do grupo dos Comitês das Bacias PCJ

Paulínia sedia reunião do grupo dos Comitês das Bacias PCJ

Paulínia sedia reunião do grupo dos Comitês das Bacias PCJ

A Secretaria de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente (Seddema) de Paulínia promoveu a 4ª Reunião Ordinária do grupo dos Comitês das Bacias PCJ, dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, na terça-feira (27). Participaram os membros do Grupo de Trabalhos da Rede de Áreas Protegidas das Bacias PCJ da RMC-Região Metropolitana de Campinas e alguns convidados. O encontro aconteceu na Prefeitura de Paulínia, no Salão Nobre, com o objetivo de discutirem as informações levantadas pelo grupo, solicitadas na reunião anterior, a respeito das áreas de atuação de cada representante.

“O grupo existe dentro das câmaras técnicas de recursos naturais dos comitês e discute estratégias para melhorar a gestão das áreas protegidas, para integrar ações que já acontecem, também para criar novas ações, visando melhorar a proteção para a área”, declarou Cristiano Krepsky, coordenador do GT- Rede de Áreas Protegidas, da Fundação José Pedro de Oliveira/ Mata de Santa Genebra. De acordo com Krespsky a reunião girou em torno dos dados captados pelo grupo sobre as áreas protegidas, sobre a parceria com o GAEMA-Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público e das sugestões para melhorar e integrar as ações do grupo. Além disso, aconteceu ainda a apresentação do Projeto Reconecta, pelos seus membros, Gabriel Dias Mangolini Neves, Sueli Aparecida Thomaziello e Ana Paula Pellegrino.

O Projeto Reconecta teve como origem o Plano Municipal do Verde, da Prefeitura Municipal de Campinas e tem como objetivo a promoção de ações de recuperação e conservação da fauna e flora, de maneira conjunta entre os 20 municípios integrantes da Região Metropolitana de Campinas, através de um Termo de Cooperação firmado entre os prefeitos dessas cidades. “O projeto conta com a participação de técnicos da área ambiental das prefeituras, que através de reuniões, trabalhos integrados e workshops vêm, desde o início de 2017, definindo temas e prioridades para essas ações ambientais relevantes, que ultrapassam as fronteiras de cada município e objetivam atuar de modo integrado em todo o território da RMC”, explicou Mangolini. O projeto conta com importantes parceiros como o ICLEI, que é uma rede global com líderes de mais de 1,5mil cidades, vilas e regiões comprometidas com a construção de um futuro sustentável, através do projeto INTERACT-Bio, e hoje esteve com seus representantes em Paulínia para participar da reunião.

Artigo anteriorNova turma conclui curso oferecido pelo Centro de Capacitação do Trabalhador
Próximo artigoLei garante Brigadas Profissionais em estabelecimentos privados