Início Paulínia Pauliprev obtém Selo Nível 2 do Certificado Pró-Gestão – RPPS

Pauliprev obtém Selo Nível 2 do Certificado Pró-Gestão – RPPS

Programa nacional prioriza aprimoramento da governança r gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social

Menos de dois anos depois de conseguir o Nível 1 do Certificado Pró-Gestão, um selo de excelência concedido pela Secretaria Nacional da Previdência Social, ligado ao Ministério da Economia, a Pauliprev acaba de ser reconhecida com o Nível 2 dessa certificação. O Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios reconhece e ratifica institutos de previdência com as melhores práticas de administração de recursos de regimes próprios de previdência social e concessão de benefícios previdenciários.
“A Pauliprev, desde 2018, vem aumentando a transparência de seus processos internos e o seu relacionamento com fundos de investimentos. Esse aprimoramento da nossa governança refletiu em reconhecimentos de nossa qualidade e garantiu ao Instituto sua certificação com o selo Pró-Gestão – RPPS, nível 2 de excelência”, comemora Marcos André Breda, presidente do Instituto Pauliprev.
Para conseguir atingir o nível 2 deste importante selo, a Pauliprev teve seus processos internos checados e auditados, cujos acompanhamentos focaram em três dimensões: controles internos, governança corporativa e educação previdenciária.
Certificado Pró-Gestão
A certificação é um processo de reconhecimento da excelência e das boas práticas de gestão destinado a atestar a qualidade e a funcionalidade de produtos, serviços, processos produtivos, gestão ambiental, dentre outros. É a avaliação, por entidade externa credenciada, do sistema de gestão de uma organização e o reconhecimento de que está de acordo com determinadas normas de referência. A certificação serve para declarar explicitamente que determinada situação é verdadeira e deve ser formal, feita segundo procedimentos padronizados e documentados, devendo ser reavaliada e renovada periodicamente. O processo de certificação proporciona benefícios internos e externos à organização.
Externamente, ela pode obter maior credibilidade e aceitação perante outras organizações com as quais se relaciona. Internamente, obter um certificado de conformidade ajuda a conhecer, organizar e melhorar os processos da instituição, evitar o retrabalho, reduzir custos e alcançar maior eficiência e racionalização. O gestor consegue ter uma visão abrangente dos processos e de como eles contribuem para os resultados pretendidos.
O Pró-Gestão possui quatro níveis de aderência conforme o grau de comprometimento de cada instituto. A Pauliprev obteve o nível II, e agora focará suas metas para atingir as etapas mais complexas visando as aderências 3 e 4.
Para se ter uma importância da certificação e do seu elevado nível, no Brasil, dos 2.138 RPPS em atividade, apenas 109 estão certificados em algum nível do Programa Pró-Gestão RPPS. Nesse sentido, a Pauliprev se junta ao seleto grupo de outras 52 entidades que possuem a certificação nível II ou superior até o final de Junho/2021.
Esse programa foi criado para incentivar os RPPS a adotarem melhores práticas de gestão previdenciária, de forma a proporcionar maior controle dos seus ativos e passivos e a conferir mais transparência no relacionamento com os segurados e a sociedade. “Atualmente estamos enfrentando vários desafios que têm transformado a autarquia em um instituto previdenciário que respeita princípios éticos e que defende os interesses de seus beneficiários sob a ótica da legislação vigente”, revela André Breda.