Início Paulínia Prefeitura abre inscrição para o Programa de Castração e Microchipagem Animal

Prefeitura abre inscrição para o Programa de Castração e Microchipagem Animal

A Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretara de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente, vai abrir no dia 02 de abril as inscrições para o cadastramento no Programa Municipal de Castração e Microchipagem Animal, que valerá para cães e gatos.

Devido às ações de enfrentamento ao avanço do coronavírus (Covid-19), as inscrições estão sendo feitas online, via e-mail. A ficha de inscrição está disponível na área da Secretaria de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente, no site oficial da Prefeitura http://www.paulinia.sp.gov.br/frmDownloads.

A ficha deve ser preenchida, digitalizada e enviada, junto com a documentação necessária, para o e-mail [email protected]

Segundo o prefeito Du Cazellato, os animais serão castrados e microchipados para o controle da população de cães e gatos do município. “Essa ação é muito importante para controlarmos a reprodução desordenada desses animais, preservando a saúde deles e também da população”, afirmou o prefeito.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Leonardo Viu Torres, assim que passar a pandemia, a castração e a microchipagem serão realizadas em uma unidade móvel, chamada de castramóvel. “Ferramenta importante no controle reprodutivo de cães e gatos do município, a castração será realizada através do castramóvel, levando o serviço aos bairros, principalmente os mais distantes do centro da cidade”, explicou o secretário.

Para solicitar a castração, o tutor deve observar as seguintes orientações: os animais devem ter idade entre 60 dias e 8 anos; os animais precisam estar em boas condições de saúde e limpos, sem a presença de pulgas e carrapatos; são prioridade os animais sem raça definida (vira-latas); gatas e cadelas no cio ou prenhes não poderão ser castradas; cães acima de 30 Kg, ou obesos, não poderão ser castrados.

Todos os munícipes podem fazer inscrição, porém, terão prioridade animais de famílias de baixa renda, animais resgatados ou com risco à saúde, protetores de animais, associações protetoras e ONGs.

As dúvidas podem ser tiradas através do e-mail [email protected] ou pelo 156.