Início Educação Prefeitura de Paulínia e Sesi-SP firmam parceria para reduzir déficit educacional

Prefeitura de Paulínia e Sesi-SP firmam parceria para reduzir déficit educacional

Programa Emergencial de Educação Pós-Pandemia tem como objetivo recuperar aprendizados de estudantes da rede pública
O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) firmou, na quarta-feira (22), uma parceria com a Prefeitura de Paulínia para implantação do Programa Emergencial de Educação Pós-Pandemia, que visa reduzir o déficit educacional provocado pela pandemia da Covid-19. As atividades têm início previsto para agosto deste ano.
O Acordo, não oneroso, de Cooperação Técnica foi assinado pelo prefeito Du Cazellato e pelo diretor do Sesi-SP na regional de Americana, André Martins, e consiste na formação de professores da rede pública para uma atuação personalizada junto aos estudantes. O Sesi-SP oferecerá um semestre letivo de atendimento por meio de seus analistas técnicos educacionais. Ao todo serão 80h de formação na modalidade remota com acompanhamento de resultados, sendo 40 horas de forma síncrona, aulas ao vivo, e 40 horas de formação na modalidade assíncrona (videoaulas gravadas).
A Prefeitura de Paulínia aderiu à frente que prevê o atendimento de professores do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, para consolidação da alfabetização. Além da formação, os professores terão acesso a material didático, fórum de dúvidas, conferências e certificado ao final do Programa. As soluções educacionais já testadas e aprovadas na rede Sesi-SP serão adequadas às necessidades e realidades específicas, com o mesmo padrão de qualidade, dentro da própria estrutura das escolas públicas das cidades e do estado. O Programa é completamente gratuito para o município, não tendo qualquer custo para a Prefeitura.
Nessa quarta-feira (22) a secretária de Educação, Angela Duarte, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Sami Goldstein, estiveram reunidos com o Coordenador de Relacionamento com a Indústria e Comunidade do Sesi-SP na regional de Americana, Matheus Mendes, para discutirem os detalhes do Programa. Também esteve presente a supervisora de Ensino da Prefeitura, Sirlene Lima. Segundo a secretária Angela, a Prefeitura de Paulínia vai disponibilizar a capacitação aos professores das 12 escolas municipais do 1º ao 5º ano, sendo atendidos 319 profissionais, que aplicarão os conhecimentos a mais de 6 mil estudantes.
“A participação e a colaboração de uma instituição tão séria como o Sesi é muito importante e significa um avanço para a Secretaria de Educação. Com o apoio do prefeito Du Cazellato, marcamos uma nova evolução para a Educação no município”, declarou a secretária.
A prefeituras que quiserem aderir ao Programa do Sesi-SP têm até 1º de julho para assinarem o Acordo de Cooperação Técnico-Científica para vigência a partir de agosto de 2022. No próximo ano, novas parcerias poderão ser realizadas. Além da formação de professores do 1º ao 5º ano, o Programa também possui a frente voltada a professores do 6º ao 9º ano, com foco na elevação dos índices de proficiência em Língua Portuguesa e Matemática. As prefeituras podem aderir às duas frentes ou optar por uma delas.