Início Paulínia Reconecta discute proteção aos animais silvestres

Reconecta discute proteção aos animais silvestres

A reunião foi promovida na quinta-feira, 17, pela Seddema, no Salão Nobre da prefeitura

Discutir como dar proteção aos animais silvestres existentes na região foi o foco da Reunião Ordinária do GT de Proteção Animal do Reconecta, em Paulínia. O encontro foi promovido na quinta-feira, 17, pela Secretaria de Desenvolvimento e Defesa do Meio Ambiente (Seddema), no Salão Nobre do Paço Municipal.
A reunião acontece mensalmente para que os integrantes, técnicos em meio ambiente, de vários municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas) discutam questões e apontem soluções para diversos problemas relacionados a proteção da fauna silvestre. Na ocasião, também foi conduzida uma capacitação sobre animais domésticos em unidades de conservação, ministrada pelo biólogo Thomaz Barrella, do corpo técnico da Fundação José Pedro de Oliveira, gestora da Mata de Santa Genebra em Campinas.
O Reconecta RMC visa à conservação da fauna e da flora nos corredores ecológicos da região. O Projeto visa integrar, identificar e discutir temas relevantes, que subsidiam uma linha de ação regional voltada à preservação e à recuperação da fauna e flora, de acordo com o Conselho de Desenvolvimento Metropolitano.
O foco do encontro local foi discutir como se dá a assistência aos animais silvestres existentes na região. “Essa reunião aqui em Paulínia é do grupo técnico de fauna, que tanto se preocupa com a fauna urbana, como com a fauna silvestre. Entre outros assuntos, tratamos de ocorrências de cães e gatos que adentram em áreas de reserva e o impacto que isso causa. Discutimos estratégias para evitar esse tipo de ocorrência. Primeiro a problematização, depois discutimos”, explicou o diretor do Departamento de Proteção e Bem Estar Animal da Prefeitura de Campinas, Paulo Anselmo Nunes Felippe.
A reunião teve início com a apresentação de casos ocorridos na RMC envolvendo cães e gatos em unidades de conservação, depois foi apresentado um resumo das informações do diagnóstico regional da fauna silvestre, de políticas regionais para essa, demandas para o fórum técnico e estratégias para um convênio/consórcio. A reunião teve início às 9h e seguiu até às 16h.
O Reconecta RMC conta hoje com a participação de cerca de 35 técnicos dos 20 municípios da RMC, com ações em andamento nas áreas de proteção animal, recuperação de APP e unidades de conservação na região.