Início Empresarial Rede Vitória Hotéis projeta retomada de 20% ao mês coma volta dos...

Rede Vitória Hotéis projeta retomada de 20% ao mês coma volta dos eventos corporativos

Cinco unidades em Campinas, Indaiatuba e Paulínia adotaram todos os protocolos de segurança para retorno

Após 1 ano e cinco meses com quase 100% das atividades suspensas em decorrência das medidas de controle à pandemia, os eventos corporativos, festas de casamentos e funcionamento dos restaurantes sem limitações estão permitidos desde a última terça-feira (17) em todo o Estado de São Paulo. Com a flexibilizações desses setores, a Rede Vitória Hotéis, com cinco unidades na região (três em Campinas, uma em Paulínia e uma em Indaiatuba), projeta um crescimento de demanda na ordem de 20% ao mês com eventos e ocupação dos apartamentos.
A Rede retomou as atividades na terça com a adoção de todos os protocolos de segurança, entre eles o distanciamento entre mesas e cadeiras nas salas de convenções e nos espaços destinados a festas de casamento, além de eventos de menor tamanho, para evitar aglomerações.
Rodrigo Porto, diretor de Alimento e Bebidas da Rede Vitória Hotéis, explica que a Rede está bastante otimista com o retorno das atividades de eventos corporativos e casamentos sem tantas restrições, depois de quase um ano e meio sem operações. “Sentimos que o mercado já apresenta um otimismo moderado e um reaquecimento”, conta. “Projetamos um crescimento gradual das atividades, de 20% ao mês das até dezembro, tanto no que se refere a eventos corporativos e festas, como na parte de reservas de hotéis, uma vez que estas duas áreas estão diretamente ligadas”, conta.

Em relação aos restaurantes do grupo – Bellini, Kindai, Vitorino e Vick – instalados dentro dos hotéis, Eduardo Porto, diretor de marketing, afirma que o movimento também vem crescendo desde a maior abertura, há pouco mais de um mês. “Mesmo com a volta de 100% da capacidade, ainda vamos manter o distanciamento e com número menor de mesas, para que os clientes se sintam seguros nesta retomada”, completa.

Artigo anteriorPessoas com deficiência terão residência inclusiva em Paulínia
Próximo artigoPrefeitura de Paulínia entrega 70 cadeiras de rodas à população