Início Empresarial Rota das Bandeiras repassa R$ 700 mil em ISS para Paulínia

Rota das Bandeiras repassa R$ 700 mil em ISS para Paulínia

Valores são referentes às tarifas do pedágio. Repasse do imposto aos municípios do Corredor Dom Pedro cresce 17,6% no primeiro semestre de 2017

 

O repasse feito pela Rota das Bandeiras aos 17 municípios do Corredor Dom Pedro, referentes à arrecadação de ISS (Imposto Sobre Serviços) nas praças de pedágio e à contratação de serviços de terceiros por parte da Concessionária, cresceu 17,6% no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período de 2016.
Nos seis primeiros meses de 2017, foram repassados R$ 19.523.244,89 às 17 cidades do Corredor. Em 2016, o montante foi de R$ 16.595.461,08. “Trata-se de um valor muito importante, inclusive pelo momento delicado que os municípios atravessam. Ficamos felizes em poder contribuir de forma positiva”, ressalta o diretor administrativo-financeiro da Rota das Bandeiras, Augusto Beber.
Entre as cidades beneficiadas, Paulínia recebeu R$ 721.096,11. É importante destacar que essa verba não tem uma destinação já definida e cada município pode utilizá-la de acordo com as suas prioridades.
Campinas foi a que recebeu o maior montante, com a quantia de R$ 3.752.659,03. A cidade teve a arrecadação elevada, entre outros motivos, por conta das obras de recuperação do pavimento da rodovia D. Pedro I (SP-065) que, além de trazer mais segurança aos motoristas, reforçou o cofre municipal.
Em segundo lugar no ranking das cidades beneficiadas ficou Atibaia, com o total de R$ 2.573.695,83. A terceira posição coube a Itatiba, que recebeu R$ 2.059.384,65.
O valor repassado aos municípios é calculado com base na extensão da rodovia que passa pelo território do município. Ou seja, ocorre a partilha do imposto entre todos os municípios ainda que a praça de pedágio não esteja localizada no trecho da cidade. A medida está prevista no Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, regulado pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).
Com 297 km de extensão, o Corredor Dom Pedro é formado pelas rodovias D. Pedro I (SP-065) e José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), além de trechos das rodovias Prof. Zeferino Vaz (SP-332), entre Campinas e Mogi Guaçu; Eng. Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí; e Romildo Prado (SP-063), entre Itatiba e Louveira.
Limeira, mesmo sem contar com rodovias do Corredor Dom Pedro, foi beneficiada com o repasse de R$ 4.108,62, devido à contratação de serviços de terceiros para a conservação da estrada vicinal que liga a cidade a Artur Nogueira.

 

Cidade Valor do repasse
Arthur Nogueira R$ 520.627,16
Atibaia R$ 2.573.695,83
Bom Jesus dos Perdões R$ 768.103,99
Campinas R$ 3.752.659,03
Conchal R$ 708.654,19
Cosmópolis R$ 599.996,19
Engenheiro Coelho R$ 357.563,17
Igaratá R$ 1.455.339,98
Itatiba R$ 2.059.384,65
Jacareí R$ 1.516.454,02
Jarinu R$ 589.251,86
Jundiaí R$ 492.173,02
Limeira R$ 4.108,62
Louveira R$ 157.931,79
Mogi Guaçu R$ 16.396,17
Nazaré Paulista R$ 1.946.545,60
Paulínia R$ 721.096,11
Valinhos R$ 1.283.263,51
Total R$ 19.523.244,89