Início Saúde Sumaré e Paulínia suspendem campanha de vacinação

Sumaré e Paulínia suspendem campanha de vacinação

As duas cidades informaram que as doses enviadas pelo Estado acabaram e por isso houve a suspensão
A Prefeitura de Sumaré divulgou que a campanha de imunização contra a covid-19 está paralisada na cidade porque as vacinas acabaram. De acordo com o comunicado de Sumaré, por conta da adesão à vacinação, as doses enviadas ao município terminaram.

“Retomaremos a aplicação das vacinas na próxima semana, assim que novas doses chegarem à cidade. Acompanhe todas as informações em nossos canais oficiais”, diz o comunicado.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que destinou a Sumaré cerca de 10,8 mil doses. Deste quantitativo, conforme atualização do site “Vacina Já” foram aplicadas 5,7 mil doses do imunizante, ou seja, somente 53,3% do quantitativo recebido.

“Aplicamos cerca de oito mil doses até agora. O que temos guardado é para o primeiro grupo, da saúde, que irá tomar a segunda dose. O sistema que temos que lançar no Estado é instável e falta mesmo vacinas para lançar, mas não todas que eles disseram. Essa é uma reclamação geral”, explicou a superintendente de Vigilância em Saúde de Sumaré, Denise Barja, rebatendo a informação do Estado.

Após a justificativa de Sumaré, o Estado informou que as informações disponíveis no Vacina Já são preliminares e estão sujeitas à avaliação, conforme consta no rodapé do próprio site.

“Municípios e serviços de saúde que eventualmente encontrarem alguma dificuldade de manuseio do sistema podem contatar diretamente o serviço de help desk da plataforma por meio do telefone 0800 722 8900”, disse.

Em Paulínia

A Secretaria de Saúde de Paulínia também informou, nesta terça-feira (16), que a vacinação contra a covid-19 está interrompida também por falta de vacina.

De acordo com a Pasta, a aplicação da segunda dose está garantida, já tendo início pelos profissionais de saúde da área pública e idosos institucionalizados, assim como ocorreu no início da campanha.
Holambra e Santo Antônio de Posse também anunciaram interrupção da vacinação nesta semana.