Início Paulínia Terra Auto Viação vai processar Coronel Furtado por calúnia e difamação

Terra Auto Viação vai processar Coronel Furtado por calúnia e difamação

Se condenado, Coronel Furtado pode pegar
de seis meses a dois anos de detenção e pagar multa

Os representantes da Terra Auto Viação, empresa responsável pelo transporte municipal em Paulínia, vão processar Ronaldo Pontes, o Coronel Furtado, por calúnia e difamação. O motivo é uma acusação feita por ele em um áudio divulgado em um grupo do aplicativo Whatsapp, que viralizou no município de Paulínia.

No recente áudio, que faz parte de uma conversa de Coronel Furtado com integrantes da campanha a eleição suplementar de Paulínia em 2019, o militar fala sobre articulação política para a disputa desse ano e faz críticas à atual administração sobre a concessão do transporte público e a saúde. Em um trecho, ele acusa a Terra Auto Viação de ter relação com uma facção criminosa do Rio de Janeiro.

Assim que o áudio chegou ao conhecimento Terra Auto Viação, a diretoria acionou o departamento jurídico. “O Coronel Furtado fez uma acusação grave, falsa, sem provas e totalmente desconexa com a realidade. Isso não tem nenhum fundamento. A empresa nunca teve relação com qualquer facção criminosa e repudia esse tipo de conduta”, afirma Márcio Silva, diretor da Terra Auto Viação.

A empresa Terra Auto Viação esclarece que sempre primou pela ética e moralidade, que sua credibilidade é fruto de anos de trabalho, consolidado por sua idoneidade e respeito a legislação vigente.

O departamento jurídico está tomando todas as providências necessárias. “Foi registrado um boletim de ocorrência contra Ronaldo Pontes para apuração dos crimes de Calúnia e Difamação. Na esfera civil, será aberto um processo para reparação de danos, pois a acusação atingiu a reputação da empresa, explica o advogado Ricardo Aliaga. Na esfera penal, se condenado, Coronel Furtado pode pegar de três meses a dois anos de detenção e pagar multa.
A empresa Terra Auto Viação alerta ainda que a divulgação de Fake News é crime. Quem propaga notícia falsa pode ser igualmente processado.