Início Paulínia Tiguila contesta redução de verba para o transporte público

Tiguila contesta redução de verba para o transporte público

Segundo o vereador Tiguila, caso o corte de verba seja aprovado, muitos estudantes poderão ficar sem transporte escolar

Dixon pretende reduzir em R$ 32 milhões a verba para transporte de alunos

O vereador Tiguila Paes (PPS) contestou na última sessão, realizada no dia 05 de dezembro, a intensão do prefeito Dixon Carvalho (PP) de cortar R$ 32 milhões do programa de transporte público escolar. A redução está no Orçamento 2018, em tramitação na Câmara, e depende da aprovação dos vereadores.

De acordo com Tiguila, caso o corte de verba seja aprovado, muitos estudantes deverão ficar sem transporte escolar. A proposta do prefeito é que sejam cortados cerca de R$ 19 milhões do transporte que atende alunos do Ensino Fundamental, R$ 12 milhões dos alunos da Educação Infantil e R$ 1,2 milhões do Ensino Profissionalizante.

“Concordo que é preciso reduzir os gastos da máquina pública, mas quando se trata de mexer com milhares de estudantes que dependem do transporte público para estudar e ser alguém na vida, não se pode fazer a toque de caixa, sem planejamento e diálogo com os interessados”, afirmou.

O vereador questionou ainda o fato de o prefeito não conseguir organizar em 12 meses editais para compra de materiais e uniformes escolares e, ao invés disso, ter tempo para planejar o corte de milhares de pessoas do projeto de transporte escolar.

Para finalizar, Tiguila arrematou: “o prefeito diz que precisa cortar gastos para economizar, mas aumenta o número de secretarias. Espero que ele não use esse dinheiro que está tirando do transporte para criar mais secretarias só para atender compromissos políticos assumidos”.

 

Artigo anteriorCetesb emite Licença Ambiental para a construção da Ponte da Rhodia
Próximo artigoFaixa da Zerefino Vaz, sentido Paulínia, será interditada por três meses