Início Paulínia Tráfego na Prof. Zeferino Vaz é interrompido para içamento de novas passarelas

Tráfego na Prof. Zeferino Vaz é interrompido para içamento de novas passarelas

As duas passarelas estão sendo implantadas nas imediações do Polo Petroquímico de Paulínia, ponto que reúne volume considerável de travessias
As duas passarelas estão sendo implantadas nas imediações do Polo Petroquímico de Paulínia, ponto que reúne volume considerável de travessias

Trabalhos ocorreram entre as 19h do dia 8 (terça-feira) e 6h do dia 9 (quarta-feira) no km 131 e no km 132 da rodovia

A Concessionária Rota das Bandeiras, empresa da Odebrecht TransPort responsável pela administração das rodovias que formam o Corredor Dom Pedro, realizou uma operação especial para o içamento e instalação de duas novas passarelas para travessia de pedestres no km 131 e no km 132 da rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), em Paulínia. Para minimizar o impacto à circulação de veículos, as intervenções foram realizadas à noite, das 19h do dia 8 (terça-feira) às 6h do dia 9 (quarta-feira).

Cerca de 20 homens, entre operários e equipe de inspeção de tráfego, que atua na parte de sinalização, participaram dos trabalhos. Uma das passarelas tem 40 metros de comprimento e 42 toneladas. A outra, tem 43 metros e 48 toneladas. Com o içamento, a Concessionária agora vai trabalhar no acabamento das passarelas, que devem estar à disposição para uso da população em 30 dias.
Os trabalhos tiveram início às 19h com a montagem de toda a sinalização no trecho e do guindaste no km 130+800 na pista sentido Mogi-Guaçu para içamento da passarela do km 131. Neste momento, o fluxo de veículos foi mantido pela faixa da direita e pelo acostamento. Após a conclusão da montagem, o fluxo foi interrompido completamente por cerca de 30 minutos nos dois sentidos da rodovia para o içamento da peça.  Na sequência, o guindaste foi deslocado para o km 131+800 e o procedimento se repetiu, com interdição da faixa da direita e do acostamento, sentido Mogi-Guaçu, para montagem e paralisação total do fluxo para o içamento.
As duas passarelas estão sendo implantadas nas imediações do Polo Petroquímico de Paulínia, ponto que reúne volume considerável de travessias. O investimento da Concessionária é de cerca de R$ 3 milhões nos dois novos dispositivos de segurança, que seguem todas as normas de acessibilidade.