Início Paulínia Votação de projeto que altera conselho do Pauliprev é adiada

Votação de projeto que altera conselho do Pauliprev é adiada

Servidores públicos protestaram na sessão contra o projeto de paridade proposto por Dixon

Sindicato afirma que a alteração será um “golpe de paridade”

A votação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 01/2018, que equipara o poder de decisão do Poder Executivo e da categoria municipal no Conselho de Administração do Instituto Pauliprev, foi adiado a pedido do vereador Edilsinho Rodrigues (PSDB). A votação deveria ter ocorrido na sessão desta terça-feira (13).

Para o Sindicato dos Servidores Públicos de Paulínia o projeto não resolve a falta de paridade na previdência municipal, porque o presidente do Conselho de Administração continuará sendo indicado pelo prefeito e não eleito entre os servidores públicos de carreira, como reivindica a categoria. O PLC está sendo tratado como o “golpe da paridade”.

O sindicato protocolou na Câmara e entregou uma cópia para cada vereador um dossiê completo sobre o projeto proposto pelo Prefeito, que, segundo a categoria, apenas máscara a alteração composição do Conselho Administrativo do Instituto.

Em nota, o sindicato afirmou que Dixon, na sua proposta, mantém o controle dos investimentos, dando brecha para os ditos investimentos em “ fundos pobres” e a perpetuação de supostos esquemas criminosos.

“Nosso documento demonstra de forma inequívoca que o Conselho Administrativo pode e deve ser composto pela maioria de membros eleitos pelos servidores, os legítimos interessados”, diz a nota.

Artigo anteriorPrevenção ao Aedes Aegypti fez mutirão no Bom Retiro
Próximo artigoCâmara rejeita denúncia contra Tiguila