Início Paulínia Atividades da CP que investiga Dixon podem ser anuladas

Atividades da CP que investiga Dixon podem ser anuladas

As atividades da Comissão Processante (CP) que investiga o prefeito Dixon Carvalho (Progressista) e 13 vereadores podem ser anuladas. Isso porque o vereador Xandinho Ferrari (PSD) protocolou na quarta-feira, 14, pedido de destituição de Kiko Meschiatti (PRB).
Com o afastamento de Kiko, que ocupava o cargo de presidente da CP, todos os trabalhos da comissão feitos até agora serão invalidados.
Kiko foi preso em julho por repasse de notas falsas e atualmente está encarcerado no Centro de Detenção de Limeira, cumprindo regime semiaberto.
De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, a direção do Legislativo analisa como e quando irá ocorrer a escolha do novo membro da CP.
Mesmo com a nulidade das atividades, o prazo de encerramento da CP, que está marcado para o dia 03 de setembro, não será alterado.