Início Paulínia Aves do Parque Ecológico de Paulínia são furtadas

Aves do Parque Ecológico de Paulínia são furtadas

Faisão dourado está na lista de animais furtados do Parque Ecológico de Paulínia

Pelo menos nove animais sumiram do local. Polícia está no caso e acredita que o crime tenha sido praticado duas vezes durante as festividades de fim de ano

O Parque Ecológico Armando Muller, de Paulínia, que está fechado para o público desde 2014, agora recebeu mais uma baixa. A Polícia Civil investiga dois crimes de furto que teriam acontecido durante a virada do ano no local. Somente na última ocorrência, bandidos teriam furtado nove aves.

Os funcionários do local notaram o sumiço de dois casais de faisões dourados, três jacupembas e um casal de papagaios. No local ainda vivem muitas espécies, principalmente aves e por conta dos crimes, a Guarda Noturna voltou a ficar ininterruptamente no local.
Na madrugada do dia 30 de dezembro, o parque já havia sido invadido por criminosos. Naquela ocasião, funcionários que chegaram para trabalhar encontraram três portas arrombadas e um micro-ondas abandonado no meio do parque, mas nenhum animal havia sumido.
A Polícia está investigando o caso de forma sigilosa e possui informações que podem levar aos autores dos crimes.

Reforma
O Parque Ecológico Armando Muller fechou suas portas em maio de 2014 e desde então, o local não permite a entrada de visitantes. Durante este período, diversos animais morreram.
Este ano, o local recebeu a visita do prefeito Dixon Carvalho (PP) e sua equipe. Eles analisaram a situação e de acordo com a Secretaria do Meio Ambiente do município, para voltar a receber o público, o Parque Ecológico tem de readequar os espaços dos animais, desassorear lagos, reformar o portal de entrada, fazer manutenção de plantas na área verde e aumentar a cerca do entorno.
Um projeto para readequação e reforma está sendo elaborado, mas a Secretaria já adiantou que há possibilidade de se implantar novas atrações, como a construção de pista para caminhadas e até tirolesa.
A Prefeitura já busca parceria com a iniciativa privada para iniciar a reforma, além disso, a intenção é obter o título de Estância Turística para Paulínia junto ao governo do Estado e garantir verbas para manutenção de lugares na cidade como o Ecológico e Mini Pantanal.