Início Destaques Baile homenageia Mães da Terceira Idade de Paulínia

Baile homenageia Mães da Terceira Idade de Paulínia

A Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social (Seprodes) de Paulínia homenageou, no dia 6 de Maio, todas as mães do Grupo da Terceira Idade com um baile no Pavilhão de Eventos do Parque Brasil 500.Marcando a data na qual mães de todo mundo são lembradas e reverenciadas, pelo mérito e capacidade de renunciar e amar profundamente seus filhos, cerca de 800 pessoas compareceram no local, onde puderam se divertir ao som da “Banda Help”, e se deliciar com deliciosos quitutes servidos para os presentes.

Para a secretária de Promoção e Desenvolvimento Social, Hilda Oraggio, “esse baile é uma confraternização das mães da Terceira Idade, e há muito tempo havia um pedido para trazermos “free-dance” (bailarinos que ficam no salão disponíveis para serem par na dança), e essa banda trouxe seis bailarinos que fizeram a festa no salão com aquelas pessoas que não puderam trazer ou não tem par para dançar, É uma novidade que foi muito bem recebida por eles”, concluiu a Secretária.

De acordo com Maria José Pinto, de 67 anos, que participa ativamente do Grupo: “esse conjunto é maravilhoso, aliás, todos os bailes oferecidos para a Terceira Idade são ótimos, e para mim que sou mãe é comovente, pois nesse dia fico um pouco frustrada, minha filha mora na Inglaterra há 22 anos, mas eu arrumo a cama dela todos os dias esperando ela chegar, pois do jeito que ela deixou o quarto eu mantenho. Apesar da distância ela é uma filha muito presente, sempre nos falamos, e ela me manda flores no Dia das Mães”, afirmou Maria.

Já Juliana Arantes, de 31 anos, disse estar muito feliz em participar, “nunca tinha participado, vim para acompanhar minha mãe, fiquei impressionada com a alegria e a disposição das pessoas, achei lindo, pois elas se arrumam, se enfeitam, põem salto alto, isso é fantástico! As mães merecem essa homenagem, sei do que elas são capazes, tenho dois filhos e abri mão do meu trabalho, da minha carreira profissional para estar com eles, sei que passa muito rápido e eles precisam muito de mim, estou feliz por poder fazer isto”, concluiu Juliana.

Durante o evento a Secretaria preparou uma homenagem especial para a mãe Honória Ricardo, que é integrante do Grupo, e fazia 18 anos que não tinha notícias da filha Patrícia, que foi embora de Paulínia aos 14 anos, abandonando a família apenas com uma pequena mochila contendo alguns pertences. Passou 18 anos procurando pela filha, e há menos de um mês a filha foi tirar o CPF, e então foi notificada que estava sendo procurada pela mãe, então entrou em contato com ela foi lá buscá-la. “Passei 18 anos dormindo com a porta aberta todos os dias de Natal e Ano Novo, porque eu tinha a sensação que ela ia voltar nessas datas, então eu deixava a porta aberta, e agora a vida me presenteou trazendo-a no Dia das Mães, nunca mais vou precisar fazer isso”, afirma a mãe comovida em ter a filha de volta, apesar de ter perdido parte da memória, seqüela de uma meningite decorrente de maus tratos que sofreu do companheiro. “Minha filha saiu de casa em busca da felicidade, mas encontrou a infelicidade, mas agora está de volta ao lar”, ressalta Honória.

Uma equipe da Seprodes percorreu todo o salão distribuindo convites para a inauguração do Centro de Convivência da Melhor Idade, que acontecerá no dia 15 de Maio, a partir das 9h30.