Início Empresarial Braskem anuncia novos Conselheiros Independentes

Braskem anuncia novos Conselheiros Independentes

Com essas eleições, o Conselho de Administração da Braskem passa a contar com sete membros independentes, de um total de onze

Os três novos membros são executivos independentes e com renomada experiência no mercado e atuarão até o dia 31 de dezembro de 2017

A Braskem, maior petroquímica das Américas, aprovou, em Assembleia Geral Extraordinária, realizada na terça-feira (27), a eleição de três novos membros independentes para compor o Conselho de Administração da companhia. São eles: Gesner Oliveira, economista, sócio da GO Consultores e ex-presidente do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e da Sabesp; Marcelo Lyrio, ex-presidente do banco ING e ex-sócio da Signatura Lazard no Brasil, e Pedro Marcílio, advogado, ex-diretor da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e sócio da BR Partners.
São executivos independentes e com renomada experiência no mercado. Eles substituirão, respectivamente, Álvaro Fernandes da Cunha Filho, Antonio Britto Filho e Alfredo Lisboa Ribeiro Tellechea, que se desligaram do Conselho para seguir projetos pessoais. Os novos membros completarão o restante do mandato em curso, até a assembleia geral que irá apreciar as contas relativas ao exercício a findar-se em 31 de dezembro de 2017. Com essas eleições, o Conselho de Administração da Braskem passa a contar com sete membros independentes, de um total de onze.
“Essas mudanças demonstram o empenho da Braskem em reforçar a transparência e a capacidade de julgamento independente, em linha com o compromisso da companhia de atuar de forma ética, íntegra e transparente, em conformidade com as leis, normas e regulamentos aplicáveis”, diz Everson Bassinello, CCO da Braskem.

Evolução contínua em Conformidade
Desde sua criação, há menos de um ano, a área de Conformidade da Braskem estruturou seus processos e reforçou sua estrutura, triplicando sua equipe, que agora conta também com Compliance Officers para Estados Unidos, Europa e México. Participa nos grupos de trabalho Anticorrupção da ONU e Integridade do ETHOS.
A companhia criou, ainda, um Sistema de Conformidade, com dez medidas estruturadas nos pilares Prevenção, Detecção e Remediação, e estruturou um Programa de Aprimoramento de Conformidade, composto por 154 iniciativas de melhoria do ambiente, sendo que 62 já foram concluídas até maio deste ano.
“Entre os aprimoramentos, há a terceirização do canal de denúncias ‘Linha de Ética’, que teve o objetivo de proporcionar maior imparcialidade e credibilidade”, afirma Bassinello. Para garantir a conformidade na cadeia, a companhia promoveu, no início de 2017, a análise de riscos de corrupção em 6.600 terceiros ativos (provedores de bens e serviços, consultorias, escritórios de advocacia etc), sendo que, destes, aproximadamente mil passarão por Due Diligence de Integridade pela área de Conformidade.
“O Conselho de Administração aprovou a Política de Conformidade com orientações que devem ser praticadas de forma convicta, responsável e irrestrita em toda a Braskem”, destaca Bassinello. Os integrantes da empresa foram sensibilizados, por meio da realização de 21 treinamentos presenciais, para 560 integrantes globalmente, entre Conselheiros de Administração, líderes e cargos de maior exposição – que serão multiplicadores de conformidade para suas equipes e parceiros.
A área de conformidade também promoveu 71 workshops de avaliação de riscos de compliance, com envolvimento de 306 líderes nos trabalhos de identificação, análise e tratamento de riscos. Também foram definidas metas de conformidade atreladas ao bônus dos gestores, reforçando nosso engajamento e comprometimento com os desafios do Programa de Conformidade.