Início Empresarial Braskem celebra o Dia do Engenheiro Químico

Braskem celebra o Dia do Engenheiro Químico

A atuação dos profissionais de engenheira química têm sido fundamental para o alto desempenho de todas as plantas da petroquímica
A atuação dos profissionais de engenheira química têm sido fundamental para o alto desempenho de todas as plantas da petroquímica

Profissão versátil ganha espaço nas unidades industriais do Grande ABC

No mês em que comemora o Dia do Engenheiro Químico, a Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, reforça a importância desses profissionais, essenciais para o bom funcionamento da empresa. Responsável por projetar, construir e operar plantas industriais, os engenheiros químicos também contemplam competências básicas, como matemática e física, com outros conhecimentos, como química, biologia e computação.
O setor petroquímico é apenas uma das áreas de atuação deste profissional, que pode atuar também em mercados como o de: alimentos, cosméticos, biotecnologia, fertilizantes, fármacos, cimento, papel e celulose, química nuclear, têxtil, cerâmica, explosivos, aditivos, tratamento de água e meio ambiente, entre muitas outras.
Mariana Ferreira, Engenheira de Segurança de processos da Unidade de Insumos Básicos do Grande ABC, conta que escolheu este curso exatamente pela versatilidade que ele oferece. “Sempre me identifiquei com a área de exatas e engenharia já era uma escolha certa. Após a indicação de um professor de matemática, formado em engenharia química, visitei a UNICAMP e pesquisei sobre o assunto. A possibilidade de trabalhar em diversos setores da indústria me encantou”, conta.
A diversidade de opções também motivou Henrique Gaio, Coordenador de Segurança e Meio Ambiente, que ainda na faculdade passou no processo seletivo para trainee em três áreas completamente distintas: celulose, alimentos e fertilizantes. “Optei pela área de celulose pelo porte e tecnologia das plantas, que me proporcionaram maior aprendizado técnico”, explica.
Já para Monica Mazzucatto, Engenheira de Qualidade Sênior da Unidade de Polipropileno de Paulínia, após anos trabalhando com planejamento e controle de produção na petroquímica, descobriu sua verdadeira vocação por meio de um processo de coaching. “A área de Qualidade e Produtividade é minha verdadeira aptidão e tive o apoio da Braskem para mudar de setor. Estou há cinco anos em Q&P e sou muito realizada. Não me sinto trabalhando em uma área específica, mas atuando em diferentes processos”, conta.
No estado de São Paulo, a Braskem conta unidades industriais destinadas a Petroquímicos Básicos, Polietileno e Polipropileno, localizadas nos municípios de Cubatão, Mauá, Paulínia e Santo André.