Início Paulínia Cantor de ‘Vagalumes’ do grupo de rap Pollo é preso em blitz...

Cantor de ‘Vagalumes’ do grupo de rap Pollo é preso em blitz de Paulínia

Adriel Menezes passou a noite na cadeia de Paulínia e foi encaminhado para Campinas, onde aguarda decisão do pedido de habeas corpus
Adriel Menezes passou a noite na cadeia de Paulínia e foi encaminhado para Campinas, onde aguarda decisão do pedido de habeas corpus

O artista dá voz ao som “Vou caçar mais de um milhão de vagalumes por aí…”

O carro, um Honda Civic prata, tinha documentação adulterada e era fruto de roubo em São Paulo. Esse foi o motivo que levou o cantor Adriel Menezes, da banda Pollo, a ser preso em flagrante numa blitz da Polícia Militar na Avenida Getúlio Vargas de Paulínia, no fim da tarde dessa quinta-feira, 8 de janeiro.

Conhecido desde 2011 por dar voz à música ‘Vagalumes’, cujo refrão é “Vou caçar mais de um milhão de vagalumes por aí…”, Adriel foi levado para a Delegacia de Paulínia, onde passou a noite, e na sexta-feira, foi encaminhado para o 2º Distrito Policial de Campinas.

A defesa do cantor já entrou com pedido de habeas corpus para responder ao processo em liberdade. No boletim, Adriel foi autuado por receptação de veículo roubado e adulteração de sinal identificador do veículo, já que o número da placa não correspondia ao chassi do carro.

De acordo com os Cabos da PM, Mendes e Sidnei – que atenderam a ocorrência -, o rapaz demonstrou total surpresa quanto ao crime e apontou a compra do carro como responsabilidade de seu assessor. “Ele estava muito tranquilo ao ser abordado e foi pego de surpresa por ter recebido voz de prisão em flagrante. Muito educado e pacífico, ele demonstrou estar realmente chocado ao tomar conhecimento sobre a situação do veículo. É uma reação bastante diferente de quando abordamos alguém ciente do crime”, comentou Mendes.

O cantor estava em Paulínia em visita à uma empresa da qual é sócio. Acompanhando ele, o filho do DJ KLJ, um adolescente de 17 anos foi ouvido como testemunha e liberado em seguida. Com ele, a polícia apreendeu, além do carro, uma porção de 34 gramas de maconha, apontada pelo artista como de uso pessoal.

O carro estava há menos de dois meses com o cantor, disse ele aos policiais. “A blitz é um trabalho rotineiro da PM em Paulínia, dia e noite, e é de extrema importância para tirar do seio da sociedade pessoas em atitude criminosa, ou frutos dela”, disse o Cabo PM Mendes.