Início Paulínia Cetesb realiza exige medidas imediatas após explosão em empresa de Paulínia

Cetesb realiza exige medidas imediatas após explosão em empresa de Paulínia

O órgão destacou a necessidade de um plano preventivo por parte da Solenis Especialidades Químicas para evitar acidentes semelhantes

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) realizou na terça-feira (2) uma inspeção nas instalações da Solenis Especialidades Químicas Ltda., localizada em Paulínia, após um incêndio que resultou em uma explosão e na emissão de fumaça preta no meio ambiente. O incidente, que envolveu dois produtos químicos, Epicloridrina e Dietilenotriamina, exigiu a intervenção do Corpo de Bombeiros para controlar as chamas. Uma pessoa ficou levemente ferida.

Durante a vistoria, os técnicos da Cetesb constataram que parte dos produtos e das águas de combate ao incêndio ficou retida nas bacias de contenção do tanque, enquanto a água do rescaldo do incêndio do caminhão atingiu a rede de drenagem de águas pluviais da indústria e o solo adjacente à empresa. Diante desse cenário, a Cetesb anunciou que irá exigir da Solenis Especialidades Químicas um relatório detalhado, abrangendo as providências a serem tomadas para evitar futuras ocorrências semelhantes.

O órgão ambiental também solicitará medidas específicas relacionadas à limpeza da área afetada pelos resíduos gerados no combate ao incêndio, bem como a destinação adequada desses resíduos. A preocupação principal é evitar impactos ambientais mais amplos, garantindo que a empresa adote práticas seguras e preventivas para proteger a comunidade e o ecossistema ao redor.

Além disso, a Cetesb destaca a necessidade de um plano preventivo por parte da Solenis Especialidades Químicas para evitar acidentes semelhantes nas proximidades da Refinaria de Paulínia (Replan). O objetivo é assegurar que medidas eficazes sejam implementadas para prevenir a ocorrência de eventos adversos, promovendo a segurança ambiental e a proteção da comunidade local.

Em Nota a Solenis Especialidades Químicas se pronunciou: 

 

NOTA À IMPRENSA

 

Com relação ao incidente ocorrido no dia 2 de janeiro nas instalações da fábrica da Solenis Especialidades Químicas situada em Paulínia, São Paulo, a empresa informa que houve uma explosão seguida por um incêndio durante o descarregamento de uma carreta de produtos químicos. Até o momento, não é possível afirmar a causa da explosão. Uma investigação está sendo conduzida para que se determine uma conclusão.

Reforçamos que o incidente foi rapidamente controlado, com o apoio da própria Brigada da Solenis Especialidades Químicas, de algumas empresas parceiras da região e do Corpo de Bombeiros. Também estiveram presentes na fábrica, membros da Defesa Civil, da CESTEB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e das Polícias Civil e Militar.

No local, havia 72 pessoas e todas foram reunidas e contadas no ponto de encontro, seguindo os protocolos de resposta à emergência. Uma delas apresentou ferimento leve, com escoriação na mão direita e, uma outra, se sentiu mal devido ao susto provocado pelo incidente. Ambas foram encaminhadas ao hospital, medicadas e liberadas no mesmo dia.   

Por ter um forte compromisso com o meio ambiente, a Solenis Especialidades Químicas contratou uma empresa especializada em gestão de riscos ambientais para realizar a remoção de resíduos na área afetada, em total conformidade com a legislação ambiental vigente.  Amostras do solo também foram coletadas para análises, a fim de descartar a possibilidade de contaminação nos entornos.

Desde o ocorrido, a Solenis Especialidades Químicas vem colaborando ativamente com os órgãos oficiais de controle ambiental para investigar minuciosamente as causas e as consequências do incidente, de forma transparente. Essa atuação segue os princípios de respeito às pessoas e ao meio ambiente da companhia, que tem a sustentabilidade incorporada em seu DNA.

 

Solenis Especialidades Químicas

Artigo anteriorRMC registra saldo positivo de 3,4 mil novos empregos em novembro
Próximo artigoPaulínia terá Departamento de Políticas Públicas para a Mulher