Início Paulínia Corpus completa em 2016 cinco anos do uso do sistema de coleta...

Corpus completa em 2016 cinco anos do uso do sistema de coleta soterrada em Paulínia

Sistema é automatizado e não necessita de contato humano com os resíduos
Sistema é automatizado e não necessita de contato humano com os resíduos

Iniciada em 2011, o a coleta soterrada operada pela Corpus, empresa responsável pela limpeza de Paulínia, está prestes a completar cinco anos de funcionamento, sem interrupções.

Paulínia foi a primeira cidade da América Latina a instalar esse sistema. No total foram instalados 25 jogos compostos por duas lixeiras cada. Além da Prefeitura, há pontos funcionando no Complexo Rodoviário Paulínia Shopping, no Cemitério Municipal, no Hospital Municipal Orlando Navarro, no Centro Geriátrico José Pavan e por toda extensão da Avenida José Paulino, a principal via local.

Os contêineres são destinados a resíduos orgânicos e seletivos, facilitando a vida dos usuários, sendo que cada, lixeira comporta até 3 mil litros de materiais.

Quando o limite da capacidade se aproxima, um sensor é acionado automaticamente e uma equipe é enviada para retirar o material. Como o processo é automatizado, não há contato humano direto com o lixo.

O prefeito José Pavan Junior à época da instalação já destacava que a coleta soterrada trazia menos prejuízos para a população, pois diminuía o risco de entupimento dos bueiros e diminuiria a circulação de caminhões em algumas regiões de Paulínia, melhorando o trânsito. Em quase 5 anos de funcionamento o sistema já chamou a atenção de outras prefeituras. Depois de Paulínia, outras cidades do Brasil adotaram este sistema pioneiro, entre elas São Paulo, Catalão (GO) e Duque de Caxias (RJ).

[/mmtl-text][/mmtl-col][/mmtl-row]