Início Política Danilo Barros, a frente do PL, elege prefeito e três vereadores

Danilo Barros, a frente do PL, elege prefeito e três vereadores

“Fomos coroados e um amigo, vereador aqui da Câmara, foi eleito prefeito de Paulínia duas vezes em um ano. Paulínia escolheu o melhor”, discursou na sessão da Câmara
O PL (Partido Liberal), presidido por Danilo Barros, fez história nessas eleições municipais e se consolida como um partido vitorioso. Reeleito, o prefeito Du Cazellato, não deve enfrentar oposição na Câmara e ainda terá o apoio do veterano Fábio Valadão, que inicia o terceiro mandado e foi reeleito com 1.144 votos, e os novatos Messias Boi, com 881, e Helder Pereira, que conquistou 664 votos.
“Os políticos precisam entender o que o povo quer. O resultado das urnas foi uma verdadeira lição que deve ser aprendida por todos, principalmente pela oposição, que deve fazer uma releitura. A cidade votou pela estabilidade e isso deve ser respeitado.”, disse Danilo que ainda desejou que os reeleitos façam um mandato propositivo. “Com esse resultado fomos coroados e um amigo, vereador aqui da Câmara, foi eleito prefeito de Paulínia duas vezes em praticamente um ano. Paulínia escolheu o melhor, não tenho dúvidas”, analisou o jovem.
Ele ainda comentou outra questão importante, que balança as estruturas políticas e prejudica todo o processo democrático de Paulínia, o que vem acontecendo há quase uma década. “Em outras épocas, nessa época, já haveria uma tremenda articulação para saber quem seria o próximo, porque queriam derrubar o prefeito recém-eleito. O boato de que ganha, mas não leva, mas agora não vejo nada nesse sentido. Ninguém aguenta mais tanta instabilidade”, frisou bem Barros.
Danilo também garantiu que esse governo vai fazer mais por Paulínia, trabalhar com mais planejamento. Segundo analisou, o primeiro ano foi de esperança, agora devem ser quatro anos de arrumação e retomada da prosperidade. “A decisão dos paulinenses na urna não foi apenas para essa eleição, mas lição para as próximas gerações”, concluiu.

Artigo anteriorFabio Valadão, um vereador preparado
Próximo artigoFuncionários do transporte público de Valinhos fazem paralisação para cobrar pagamento de horas extras