Início Paulínia Defesa Civil e Seddema participam de treinamento para período de estiagem

Defesa Civil e Seddema participam de treinamento para período de estiagem

Em aulas teóricas e práticas, as equipes tiveram a oportunidade de conhecer novas técnicas de combate a incêndio e aprimorar as já aplicadas em situação de crise
Em aulas teóricas e práticas, as equipes tiveram a oportunidade de conhecer novas técnicas de combate a incêndio e aprimorar as já aplicadas em situação de crise

Equipes das Secretarias de Defesa Civil e de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente (Seddema) da Prefeitura Municipal de Paulínia participaram de um treinamento de combate a incêndios florestais. O curso aconteceu na Mata Santa Genebra, em Campinas, e foi ministrado pelo Corpo de Bombeiros.

Em aulas teóricas e práticas, as equipes tiveram a oportunidade de conhecer novas técnicas de combate a incêndio e aprimorar as já aplicadas em situação de crise. O treinamento serve para preparar as equipes para o período de estiagem, quando ocorre uma redução das chuvas e a umidade relativa do ar diminui a níveis que oferecem riscos à saúde.
“O período de seca vai de junho a outubro e é nessa época que se intensificam os focos de incêndio (criminosos ou não) em área de vegetação rasteira e em mata. Temos que estar preparados para enfrentar este período crítico”, destacou Paulo Mota, secretário de Defesa Civil.
Para o Secretário de Defesa e Desenvolvimento do Meio Ambiente, Jorge Israel Almeida, o Tuta, o treinamento foi positivo. “Para enfrentar os problemas associados à estiagem, são necessárias ações integradas por parte dos órgãos públicos municipais. E nós estamos preparados”, destacou Tuta.
As Defesas Civis de Campinas e Monte Mor também participaram do treinamento.

Simulado
A equipe da Secretaria de Defesa Civil da Paulínia participou de um simulado de combate a incêndio a uma empresa química. O treinamento aconteceu na Multinacional Exxon Mobil, localizada no parque industrial, sob a coordenação do Corpo de Bombeiros da cidade e contou com a participação do PAM (Plano de Ação Mútua), que é composto pelas brigadas de incêndio de vinte empresas da cidade.
O simulado envolveu aproximadamente 100 pessoas, entre a equipe da Defesa Civil, PAM, bombeiros brigadistas, e funcionários da empresa. Para Paulo Roberto Vieira Valadão, gerente da planta de Paulínia, tudo foi um sucesso. “O treinamento atendeu os objetivos estabelecidos pela empresa. Esse tipo de ação faz parte da política de segurança nossa que é prever qualquer tipo de eventualidade”, disse o gerente.
Em uma ação rápida e precisa, Defesa Civil, PAM e o Corpo de Bombeiros foram acionados pelos brigadistas da empresa para ajudar a combater o incêndio e resgatar a “vítima” que foi surpreendida pelas chamas e fumaça.
“Periodicamente fazemos treinamento como este, que é para estarmos preparados para uma eventualidade, caso haja. Hoje fomos muito bem e atendemos todas as expectativas”, disse Paulo Mota, secretário de Defesa Civil.