Início Esportes Depois do Guarani, Prefeitura fecha parceria com mais um time de fora

Depois do Guarani, Prefeitura fecha parceria com mais um time de fora

A equipe profissional da Ponte fará um treino no estádio Luiz Perissinotto, dia 23 de março, segunda-feira, às 15h30
A equipe profissional da Ponte fará um treino no estádio Luiz Perissinotto, dia 23 de março, segunda-feira, às 15h30

Dessa vez, a Ponte Preta virá treinar e jogar na casa do Paulínia Futebol Clube, que suspendeu as atividades de 2015 por falta de apoio da Prefeitura

A Ponte Preta vai treinar e jogar no Estádio Luiz Perissinotto, em Paulínia, com suas equipes Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-20, que disputam os campeonatos Paulista, Brasileiro e a Copa Brasil de futebol.

A parceria com a Prefeitura foi assinada na quinta-feira, 18, quando os dirigentes do clube anunciaram ao prefeito José Pavan Júnior que a equipe profissional da Ponte fará um treino no mesmo estádio, dia 23 de março de 2015, segunda-feira, às 15h30. O treinamento será aberto ao público, gratuitamente.
Estiveram no encontro com o prefeito Pavan, além do secretário municipal de Esportes e Recreação, Salvador Augusto Montoro Neto, o diretor de categorias de base da Ponte Preta, Francisco Avarenga, o coordenador da base Ricardo Almeida, o diretor de esportes da Secretaria de Esportes e Recreação Ted Firmino, acompanhados de Mauro Torres.
Alvarenga disse que a Ponte Preta quer criar um vínculo com Paulínia e região, além de revelar destaques das escolinhas de futebol do município, mantidas pela Prefeitura.

Guarani

A Prefeitura firmou também, dia 10 de março passado, uma parceria com as equipes de base do Guarani Futebol Clube, de Campinas. Seus times Sub-15, Sub-17 e Sub-20, treinarão e mandarão seus jogos em Paulínia.
As equipes do Bugre vão treinar na Praça de Esportes de Itapoan e no Estádio Municipal Luiz Perissinoto, com capacidade para 5 mil torcedores.
O Guarani disputará o Campeonato Paulista da 1ª Divisão Sub-15, Sub-17 e Sub-20 em Paulínia. A parceria durará, inicialmente, dois anos.

PFC
O Paulínia Futebol Clube (PFC) anunciou no final do mês de fevereiro a suspenção de todas as suas atividades para o ano de 2015. O time, que já havia disputado a Copa São Paulo de Futebol Junior em janeiro, se preparava para encarar a segunda divisão do Campeonato Paulista, mas pediu licença de todas as competições da Federação Paulista de Futebol e passará o resto do ano sem entrar em campo.
O presidente de honra e idealizador do PFC, Francisco Almeida Bonavita Barros, disse que os motivos são nítidos e exclusivamente políticos. De acordo com ele, a diretoria do Clube prefere evitar problemas com o atual prefeito, José Pavan Junior (PSB) por falta de apoio. “Em 2011, quando ele [Pavan], era o prefeito, estávamos disputando o Paulista e foi um momento complicado, difícil de lidar. Por causa de política, ele [Pavan] enxerga o Paulínia FC como sendo apenas o Bonavita e não o projeto todo que é ‘patrimônio da cidade’. Ele faz de tudo para me atingir e não enxerga que o time não tem dono e pertence a cidade”, disse. Bonavita afirmou ainda que não sabe precisar o período exato da licença.
Mesmo sem receber verbas públicas, o Paulínia FC depende da Prefeitura de Paulínia para usar o estádio Luiz Perissinotto, onde manda seus jogos e as dependências da praça esportiva do Jardim Itapuã.