Início Governo Estado retoma aulas em 2 de fevereiro

Estado retoma aulas em 2 de fevereiro

Matrículas em escolas estaduais vão até o dia 15 de janeiro

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo definiu seu calendário escolar para 2015. Os quatro milhões de alunos da rede estadual de ensino retornarão às aulas no dia 2 de fevereiro. Já o período de férias escolares está previsto para o dia 2 de julho e retorno previsto no dia 3 de agosto. As datas foram publicadas no Diário Oficial.

As matrículas para os estudantes que queiram ingressar na rede pública de ensino em 2015 ainda estão abertas. Para fazer o cadastro, basta comparecer a qualquer uma das cinco mil escolas e fornecer nome completo, data de nascimento, endereço residencial e telefone para contato. É recomendável levar a certidão de nascimento e comprovante de residência. Para os alunos que frequentaram a rede estadual em 2014, a matrícula é feita automaticamente.

“Com a definição do calendário, tanto os alunos quanto as escolas já podem organizar as atividades do próximo ano letivo. Além disso, o modelo informatizado de matrícula antecipada para quem não faz parte da rede facilita também a organização das famílias”, afirma Andrea Grecco, responsável pelo Departamento de Planejamento da Rede Escolar e Matrícula, da Secretaria.

Os resultados das chamadas para classes do Ensino Fundamental (1º a 9º ano), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos), serão divulgados ainda na primeira quinzena de janeiro. A consulta pode ser feita na unidade de ensino em que o cadastramento foi efetuado.

Durante o período de recesso escolar, a Secretaria também recebe os pedidos de transferências para alunos que trocaram de endereço ou tenham preferência por outra unidade de ensino. Para fazer essa solicitação, basta que o estudante ou responsável procure a escola para onde queira se transferir com a certidão de nascimento e comprovante de residência. O prazo vai até 15 de janeiro e o resultado final será divulgado no dia 16.

 

:: PAULÍNIA

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura, mas, não obteve retorno sobre a data escolhida para a volta às aulas na rede municipal de ensino.

 

Escolas estaduais recebem matrículas de quem deseja retomar os estudos

EJAInscrição pode ser feita em qualquer unidade de ensino durante o mês de janeiro; Secretaria também oferece aulas com carga flexível

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo recebe inscrições durante todo o mês de janeiro de jovens e adultos interessados em conquistar o diploma da educação básica em 2015. As matrículas podem ser feitas em qualquer unidade de ensino, incluindo as 806 da região de Campinas, por pessoas que por algum motivo precisaram interromper os estudos e querem voltar a estudar no próximo ano.

Além das escolas que oferecem aulas na modalidade regular chamada de Educação de Jovens e Adultos (EJA), também estão abertos os cadastros nos 31 Centros Estadual de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA), com carga horária flexível. Estas unidades, apenas em 2014, registraram 81,5 mil matrículas, uma média de nove registros por hora.

Nos CEEJAs, o participante recebe os roteiros de estudos e deve comparecer ao centro quantas vezes forem necessárias para receber orientações, tirar dúvidas com os professores, frequentar oficinas ou palestras desenvolvidas pela instituição e realizar as avaliações parciais e finais.

“Nunca é tarde para voltar aos estudos e conquistar o diploma. Por isso, a Secretaria mantém uma estrutura de programas e professores capacitados para receber e orientar aqueles estudantes que já têm experiência e precisam dar um novo passo”, afirma Virginia Nunes Oliveira, uma das diretoras do Centro de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria da Educação.

Os interessados em concluir o Ensino Médio na EJA ou nos CEEJAs precisam ter, no mínimo, 18 anos. Já na modalidade regular do Ensino Fundamental, a idade mínima é 15 anos. Para fazer o cadastro, basta comparecer a qualquer uma das escolas estaduais e fornecer nome completo, data de nascimento, endereço residencial e telefone para contato. É recomendável levar a certidão de nascimento e comprovante de residência. Para os estudantes que já frequentam a rede estadual em 2014, a matrícula é feita automaticamente.