Início Colunas Gestão de Investimentos: Seguros resgatáveis

Gestão de Investimentos: Seguros resgatáveis

Olá caros leitores, sou Adriano Tizzo e desenvolvi minha carreira no mercado imobiliário e financeiro. Tenho um propósito muito claro: levar educação financeira às pessoas que buscam melhorar sua qualidade de vida.
Com a taxa de juros a 2% ao ano os fundos de Previdência se tornaram uma ótima opção pelas vantagens fiscais.
Pensando nas dúvidas que você pode ter na hora de selecionar um plano, vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre o Vida Gerador de Benefícios Livre (VGBL). Assim, será possível entender se vale a pena ou não optar por esse tipo de previdência privada.
A sigla VGBL significa Vida Gerador de Benefícios Livre e é uma modalidade de investimentos de previdência privada. Ele funciona como um seguro de vida que também possui cobertura por sobrevivência. Por isso, não é considerado um plano de previdência complementar, sendo caracterizado no ramo de seguro de pessoas.
Uma das grandes vantagens do VGBL é que este é considerado uma modalidade de seguro de vida, então não entra no inventário, além disso, o IR incidirá apenas no momento do resgate ou no recebimento dos valores.
Outra das principais vantagens do VGBL é que ele pode ser uma excelente opção para aquelas pessoas que não conseguem juntar dinheiro e querem encontrar um investimento de longo prazo que proporcione uma boa rentabilidade.
Tributação e taxas do VGBL
O Imposto de Renda, por sua vez, é cobrado apenas sobre a rentabilidade final da aplicação, e funciona de acordo com uma tabela que pode ser regressiva ou progressiva, cabendo a você optar pela mais adequada.

● Até 2 anos: 35%.
● De 2 a 4 anos: 30%.
● De 4 a 6 anos: 25%.
● De 6 a 8 anos: 20%.
● De 8 a 10 anos: 15%.
● Acima de 10 anos: 10%.

A outra tabela é a progressiva, que, ao contrário da anterior, terá suas alíquotas aumentando e não está ligada ao prazo, mas sim, ao montante anual investido. Confira como ela funciona:

● Até R$ 22.847,76 no ano: isento de IR.
● Do valor anterior até, R$ 33.919,80: 7,5%.
● De R$ 33.919,92 até R$ 45.012,60: 15%.
● De R$ 45.012,72 até R$ 55.976,16: 22,5%.
● Acima de R$ 55.976,16: 27,5%.

Prazo de Carência e Resgate
Todo plano de previdência privada exigirá um prazo mínimo de carência que será definido em contrato.
Esse prazo varia de acordo com a instituição que comercializou o título.
O envelhecimento da população vem acelerando e a situação da economia pública, indica cada vez mais fragilidades no sistema previdenciário convencional, por isso, é fundamental ter uma previdência complementar, principalmente uma que não entre no inventário, pois é uma segurança de liquidez imediata.

Adriano Tizzo
Consultor de Investimentos pela CVM
Site: www.arinvestimentos.com.br