Início Paulínia GM prende em flagrante homem acusado de homicídio

GM prende em flagrante homem acusado de homicídio

O acusado foi encontrado em baixo de uma cama em uma residência próxima ao local do crime
O acusado foi encontrado em baixo de uma cama em uma residência próxima ao local do crime

O carpinteiro C. Bispo dos Santos, 30 anos, foi preso em flagrante pela Guarda Municipal (GM) de Paulínia na madrugada desta terça-feira, (13), após atirar e matar J.C.S. dos Santos, 27 anos. Segundo informações de testemunhas eles eram amigos. O acusado foi localizado pela GM escondido embaixo de uma cama, após o crime.

Segundo informações da Guarda Municipal, o crime aconteceu por volta de 02h50, em uma pensão localizada à Rua 7 de Abril, bairro Santa Cecilia. Testemunhas relataram aos GMs que os dois discutiram e o acusado chamou a vítima para resolverem o assunto do lado de fora, onde ele efetuou os disparos e ao menos três atingiram a vítima na cabeça.
Bispo fugiu e a guarda municipal foi acionada. A vítima foi levada ao Pronto Socorro, mas não resistiu aos ferimentos.
Após o crime, testemunhas informaram aos guardas que o autor do crime estaria refugiado em uma casa no bairro vizinho. De posse do endereço, os GMs foram até o local e autorizados pela moradora, localizaram Bispo escondido embaixo de uma cama. A arma usada no crime, um revólver calibre 38, com seis cápsulas deflagradas, estava em sua cintura.
No quarto em que ele morava a guarda municipal localizou outra arma, uma Pistola calibre 380 com 18 cartuchos intactos, escondida em uma bolsa. Ambas as armas tinham a numeração raspada.
Bispo, que possui passagem por outro homicídio, onde ele matou a esposa com golpes de faca, foi conduzido ao plantão policial e autuado em flagrante, sendo transferido para a cadeia anexa ao2º DP em Campinas.
O secretário de Segurança de Paulínia, Cícero Brito, relatou que o fato de moradores da região terem chamado a GM, logo após os disparos, foi “crucial” para o acusado ter sido preso. “A ajuda da população foi muito importante para a GM prender o acusado. Em situações assim as pessoas devem acionar a GM e a polícia o mais rápido possível”, disse.
O telefone da GM é 153  e (19) 3874-3646. O telefone da PM (Polícia Militar) é 190.