Início Colunas Investir com critério

Investir com critério

Olá caros leitores, sou Adriano Tizzo e desenvolvi minha carreira no mercado imobiliário e financeiro. Tenho um propósito muito claro: levar educação financeira às pessoas que buscam melhorar sua qualidade de vida. Quem não quer se aposentar com dignidade, realizar seus sonhos, desfrutar de casa na praia e dar uma boa educação para seus filhos?!
Os fundos de investimentos imobiliário chegaram no interior de São Paulo como uma opção de investimentos na região de Campinas. A AR Investimentos (antiga AR Capital), localizada em Paulínia, estruturou um fundo chamado AR Bank FIDC Imobiliário com objetivo de financiar os empreendimentos locais direcionados ao investidor regional.
O Fundo foi constituído em 2016 com uma capitação de R$ 50 milhões para financiar empreendimentos em Campinas, Paulínia, Limeira, Hortolândia e Valinhos, a política de investimento consiste em alocar os recursos em uma carteira diversificada de ativos imobiliários e financeiros. Para isso, foram selecionados empreendimentos em fase de construção, esta estratégia diminuía os riscos de lançamento.
O que chamou atenção foi a rentabilidade de IPCA +8% a.a. equivalente a 12,16% a.a., ou seja, pouco mais de 1% ao mês, se comparar com o CDI ou a poupança que pagam menos de 3% a.a., a rentabilidade é extremamente interessante. Outro ponto que chama atenção são as garantias com lastros nos apartamentos, o que significa que o investidor tem a garantia das unidades quando terminadas, o que passa muita segurança.
Um exemplo de realização deste Fundo foi o Residencial Clube Aquaville que está localizado na cidade de Paulínia e possui um total de 198 unidades autônomas, cujo valor médio da unidade é de R$ 175.500,00, lançado em 2017 e concluído em 2019, hoje um apartamento vale mais de R$ 200 mil com uma valorização de 30% em menos de 3 anos, o que o torna bastante rentável, o empreendimento foi finalizado com o financiamento do Fundo atendendo as expectativas.
Os fundos de investimentos imobiliários se apresentam como ótima alternativa de investimentos com a taxa de juros a menos de 2% a.a. Os FII começaram a ganhar espaço como forma de captação de recursos e, consequentemente, de investidores na busca por maiores retornos.
As principais vantagens em optar pelos fundos direcionados aos investimentos imobiliários, quando comparado com a aquisição de fato de um imóvel físico, são:
• você não paga juros, como ocorre com financiamentos;
• não paga taxas altíssimas de administração, como acontece nos consórcios; e,
• ao contrário de uma carteira de propriedades, a renda dos fundos imobiliários é isenta de imposto.
O interior de Campinas apresenta boas condições para continuar atraindo novos fundos de investimentos. Com a pandemia as pessoas estão cada vez mais trabalhando de suas casas, especialistas afirmam que a tendência do Home Office veio para ficar, assim muitos preferem migrar para o interior em busca de maior qualidade de vida, a região de Campinas se apresenta como ótima alternativa, já que possui boas estradas, serviços, aeroportos e lazer.
Os Fundos Imobiliários têm grande potencial de crescimentos no interior, pois o investidor além de ter uma boa rentabilidade, consegue acompanhar o empreendimento, sem falar na contribuição para o desenvolvimento econômico e social local, desta forma o fundo se apresenta como uma ótima solução.

Adriano Tizzo
Consultor de Investimentos pela CVM
Site: www.arinvestimentos.com.br