Início Governo IPTU de Paulínia tem aumento previsto de 9,1%

IPTU de Paulínia tem aumento previsto de 9,1%

De acordo com o decreto, o reajuste recompõe a inflação dos últimos 12 meses medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC/IBGE

Empresa vencedora do Pregão Eletrônico já se prepara para a emissão dos carnês. A previsão é que o imposto chegue às residências ainda neste mês

O Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU de Paulínia, terá um reajuste de 9,1% em cima do valor fixado em 2016. O imposto começa a ser cobrado a partir de março e já será emitido com o novo valor.
O decreto que fixou o índice de 9,1% de reajuste no IPTU em 2017 foi publicado no Semanário do Município do último dia 30 de dezembro pelo então prefeito de Paulínia José Pavan Junior (PSDB).
De acordo com o decreto, o reajuste recompõe a inflação dos últimos 12 meses medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC/IBGE e segue orientação do Tribunal de Contas de atualizar o valor do imposto anualmente.
A emissão dos carnês, cerca de 38,5 mil unidades, vai custar ao município R$ 19.635,00 e será confeccionado pela Osaka Serviços Administrativos Eirelli – ME, de São Paulo. A empresa foi a vencedora do Pregão Eletrônico aberto para este fim.
O valor unitário de cada carnê ficou na faixa dos R$ 0,51.  A homologação da licitação foi publicada na edição deste dia 26 do Semanário do Município.