Início Paulínia Jovem acusado de causar acidente de paulinense dirigia sem CNH

Jovem acusado de causar acidente de paulinense dirigia sem CNH

Equipes prestaram socorro às vítimas do acidente ocorrido domingo de manhã em viaduto na Rodovia Zeferino Vaz
Equipes prestaram socorro às vítimas do acidente ocorrido domingo de manhã em viaduto na Rodovia Zeferino Vaz

Rapaz de 19 anos afirmou que não tinha carteira e por isso fugiu do local; o corretor de imóveis Osmar Cecchirino morreu em um acidente na Rodovia Zeferino Vaz

O suspeito de ter causado o acidente que terminou com a morte do corretor de imóveis Osmar Cecchirino, de Paulínia, no último final de semana, na Rodovia Zeferino Vaz (SP-332), se apresentou nesta terça (18) no 7º Distrito Policial, em Barão Geraldo. O rapaz de 19 anos afirmou que não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por isso fugiu do local sem prestar ajuda. Ele responderá em liberdade por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). A polícia não revelou sua identidade.
Segundo testemunhas, um Gol verde, rebaixado, com dois rapazes no interior teria fechado o veículo do corretor, um Citroën C4. O veículo bateu na lateral direita do carro da vítima, que foi jogado para o canteiro central. O veículo andou descontrolado por cerca de cem metros até cair no viaduto, a uma altura de sete metros, e voou cerca de 15 metros antes de bater na parede. A esposa da vítima, Claudete Luzia Truffi Cecchirino sofreu ferimentos leves. O paulinense morreu após ser socorrido e encaminhado ao hospital. O acidente aconteceu na altura do Km 116 da rodovia, no viaduto de acesso ao bairro Real Parque.
Motoristas que passavam pelo local contaram que o Gol era acompanhado por uma Saveiro prata, também rebaixada, e com dois rapazes no interior. O motorista do Gol chegou a dar ré para ver o que havia ocorrido, mas depois fugiu. Em seguida pararam no acostamento outros quatro carros todos rebaixados, mas ninguém prestou socorro. Um industriário que passava pela via fotografou o Gol com o lado esquerdo ralado, na rodovia. No veículo da vítima foi achada tinta verde.
Até esta quinta-feira (20) a Polícia Civil ainda não havia solicitado as imagens do acidente à concessionária que administra a estrada. Isso deve ocorrer nos próximos dias.

Mais acidentes
Cerca de quatro horas antes do acidente que vitimou o corretor, três jovens morreram na mesma rodovia. Eles foram carbonizados após o carro em que estavam, um Punto, se incendiar depois de o motorista perder a direção e cair de rodas para cima em um vão do viaduto de acesso à sede da Fazenda Santa Elisa, no Km 110 próximo à Bambini.
A tragédia foi às 5h15 e o resgate da concessionária Rota das Bandeiras ainda tentou retirar as vítimas que estavam vivas e gritavam por socorro, mas o veículo explodiu. As vítimas foram dois rapazes e uma moça. O veículo era do eletricista de manutenção William da Silva Mendes, de 23 anos. A moça foi identificada como a auxiliar administrativa Bruna Francielli de Lima da Silva, de 22 anos, namorada do motorista. Ela é de Cosmópolis e o casal estava junto havia um mês. O outro jovem era Leonardo Velasco Ferreira, de 28 anos.
O carro em que estavam caiu de uma altura de cerca de cinco metros. O veículo saiu da pista, entrou no canteiro central e depois voou cerca de 10 metros no vão, atingindo a mureta de concreto do viaduto e despencando com o teto para baixo.