Início Cultura Medalha ‘Regina Moura’ de cinema é aprovada por vereadores

Medalha ‘Regina Moura’ de cinema é aprovada por vereadores

A medalha homenageia pessoas da área do cinema que contribuem com ações sociai
A medalha homenageia pessoas da área do cinema que contribuem com ações sociai

O projeto do prefeito Edson Moura Júnior, sobre a criação da Medalha Regina Moura, para homenagear pessoas da área do cinema e entretenimento com militância significativa em ações sociais, foi aprovado por 13 votos favoráveis e um voto contrário, em sessão na Câmara na terça-feira (28). A medalha será entregue nos festivais e eventos relacionados ao Polo Cinematográfico de Paulínia.

Moura Júnior disse que se trata de uma homenagem mais que merecida. “Temos que honrar quem fez muito pela nossa gente. A Regina continua viva no sorriso e na esperança das pessoas que ela ajudou”, afirmou.
O publicitário e filho mais velho de Regina, Rodrigo Eustachio, disse que ficou honrado com a homenagem à mãe.  “Eu me sinto totalmente honrado e muito contente em saber que a imagem dela está sendo lembrada no mundo da cultura como uma pessoa que fez muito pelo social de Paulínia. Se trata de uma honraria justa”, afirmou.
O relações públicas e diretor da secretaria de Promoção Social de Paulínia, Felipe Carriel, que trabalhou e conviveu com Regina por cerca de dez anos, relatou que a ex-primeira-dama foi uma mulher preocupada com o ser humano. “Ela foi a minha professora e mestre. A Regina se preocupava de verdade com o próximo e sempre exigia o melhor para a população. A nossa meta é fazer tudo no padrão que ela nos ensinou. O respeito que ela tinha pelas pessoas contagiava”, disse.

Solidária
Regina faleceu no dia 4 de novembro de 2013 e teve a vida marcada por diversas ações sociais. Formada em jornalismo pela USP (Universidade de São Paulo), ela fez parte do movimento caras-pintadas, em 1992, que resultou no impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello.
Como jornalista Regina integrou a equipe de Maurício de Sousa, criador da turma da Mônica, trabalhou na Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde do Governo do Estado de São Paulo e também atuou como assessora em sindicatos de trabalhadores da saúde.
Em Paulínia, Regina é lembrada pelas ações sociais que realizou. Ela criou projetos nas áreas da defesa dos direitos da criança e adolescente, idosos, famílias carentes e de ajuda a jovens em situação de vulnerabilidade social.
Quando faleceu Regina era secretária de Promoção e Desenvolvimento Social e chegou organizar eventos para pessoas com deficiência, idosos e promoveu a ampliação dos serviços de sua pasta. Ela era casada com o ex-prefeito Edson Moura e tinha dois filhos.